© Pedro Escobaz

UNA MUNIZVIEGAS expõe “RE EXISTIR” na Galeria NOTE, em Portugal

Recém-inaugurada, a mostra permanece aberta à visitação até janeiro de 2022 e convida o visitante a atentar para a necessidade de repensar o modo de fazer arquitetura

Até 7 de janeiro de 2022, a Galeria de Arquitectura NOTE, em Portugal, expõe “RE EXISTIR”, mostra curada pelos sócios Cristiane Muniz e Fernando Viégas, do escritório brasileiro UNA MUNIZVIEGAS, e que intenta refletir sobre os atuais modos (e meios) de fazer arquitetura, apontando para a necessidade de repensá-los.

“Imaginamos uma reação à realidade, em conversa com as pré-existências, considerando a energia empregada para construir o que temos. Não se parte do zero, deveríamos ampliar a sensibilidade para perceber o que é a essência de cada lugar. As cidades nunca estão prontas e a transformação foi muito rápida nesses últimos tempos. O que era definido, claro, antagônico, passou a ter os limites difusos, ganhar sobreposições, como a própria noção de separação entre campo e cidade, cultura e natureza”, discorre o texto curatorial.

Da esquerda para a direita, os sócios Fernando Viégas e Cristiane Muniz © Pedro Escobaz

 

A exposição se guia, portanto, através de uma sequência de “reações”. Ao todo, são 15 fotografias de distintas obras inseridas em seus sítios, já que interessa “revelar a arquitetura como parte de uma paisagem maior, a intenção de que sua gênese nasce como uma reação ao contexto”, conforme aponta o descritivo. O visitante também tem acesso a uma série de pequenos vídeos de algumas dessas obras.

 

Através de quinze projetos construídos e um projeto ainda em processo, podemos entender que, para Cristiane e Fernando, o território é uma ferramenta de projeto e um ingrediente essencial à arquitetura. É desvendando o território e as suas necessidades ou debilidades, que a arquitetura surge, como se sempre tivesse estado lá, só faltava dar-lhe forma. Ou seja; a sua arquitetura é o resultado do modo como se aproximam do lugar, onde o processo é o mais importante”, complementa Bárbara Silva, Diretora da Galeria NOTE.

 

Ainda a mostra é oportunidade para que seja levada à Lisboa recortes de lugares além-mar. São Paulo é retratada por centro, periferia, bairros de torres verticais e bairros jardins, com suas casas. Mas não só, outros territórios ficam representados desde a costa Atlântica, no sul, em Florianópolis, passando pelas serras na divisa de Minas Gerais, os arrabaldes de Campinas, os loteamentos de subúrbio e até uma pequena intervenção na Chacarita, bairro central de Asunción, no Paraguai, entendendo a dimensão contínua do território.

 

 

Dia de inauguração da mostra RE EXISTIR © Fotos Fernando Viégas

 

Complementa o conteúdo o trabalho em andamento feito pela Escola da Cidade – onde também lecionam os arquitetos sócios Cristiane Muniz e Fernando Viégas – e que integra pesquisas e articula uma nova prática conectada à vida acadêmica. Trata-se de um projeto para um conjunto de programas públicos na cidade de Diadema, município que integra a Grande São Paulo, que irá abrigar escolas e equipamentos esportivos e culturais.

 

Um grande esforço da prefeitura para construir um lugar de respiro, praças, onde a população possa se reunir e exercer a plena cidadania, num bairro muito denso e de alta vulnerabilidade social. Uma nova infraestrutura que busca recuperar um local em estado precário para transformar a paisagem dentro de um novo marco cultural”, explicam os curadores.

 

O encerramento se dá pela foto aérea da situação atual do terreno em Diadema, bem como pela maquete que revela a intenção do escritório de articular a vizinhança ao projeto.

 

© Fernando Viégas

 

A seleção dos trabalhos expostos revela nossa forma de organização da atividade profissional desenvolvida ao longo de mais de 20 anos. Os mais antigos foram realizados pelo UNA Arquitetos, incluindo um convite da BIAU para o projeto no Paraguai. Hoje, dirigindo o UNA MUNIZVIEGAS, apresentamos projetos recentes”, finalizam Cristiane e Fernando.

 

© Pedro Escobaz

 

Exposição RE EXISTIR
Local Galeria de Arquitectura NOTE
Endereço Tv. da Cara 32, 1200-006 – Lisboa, Portugal
Período 5 de novembro de 2021 a 7 de janeiro de 2022
Mais informações www.note.org.pt