UIA2021RIO organiza 3ª semana aberta neste mês de maio

Após dois meses consecutivos de ricos conteúdos virtuais, em maio seguem atividades abertas antecedentes ao Congresso Mundial previsto para julho deste ano. Dessa vez a série de debates é sobre o tema “Mudanças e Emergências”. Não perca!

 

O 27º Congresso Mundial de Arquitetos UIA2021RIO apresenta sessões virtuais abertas que perduram neste mês de maio (nos dias 17 a 20), após iniciarem-se no último março pela inaugural Semana Mundial de Arquitetos UIA2021RIO.

Guiada pelo eixo temático “Mudanças e Emergências”, a terceira semana aberta estará estruturada em três debates e, no último dia, encerra-se com live especial, momento em que os especialistas trarão reflexões e propostas para as questões abordadas nos dias anteriores, bem como responderão perguntas enviadas pelo público.

É válido pontuar que até o último dia deste mês (31/5), todo o conteúdo permanece disponível ao público, mediante inscrição gratuita. Depois, só terão acesso os inscritos no Congresso – inclusive, para os congressistas também está agendada uma série de ArchiTalks exclusivos, a realizar-se em 20 de maio, a partir das 18h, estruturados em 20 minutos de duração cada, com os seguintes expoentes da Arquitetura e Urbanismo:

  • Anibal Coutinho (Brasil)
  • Estúdio 41 (Brasil)
  • Giancarlo Mazzanti (Colômbia)
  • Gustavo Utrabo (Brasil)
  • Gustavo Martins (Brasil)
  • Jô Vasconcellos (Brasil)
  • Lilian dal Pian (Brasil)
  • Li Hu (China)
  • Mapa Arquitetura (Brasil/Uruguai)
  • Tia Kansara (Reino Unido)
  • Matheus Seco (Brasil)
  • Ma Yansong (China)
  • Patrícia Llosa (Peru)
  • Paulo Henrique Paranhos (Brasil)
  • Paulo Musa (Brasil)
  • Sonali Rastogi (Índia)
  • Tang Yan (China)

Ainda na primeira quinzena deste mês, será disponibilizado na plataforma exclusiva do UIA2021RIO o conteúdo do ‘Diálogos Habitar América Latina’, promovido pela Rede de Bienais de Arquitetura da América Latina (REDBAAL).

Sabe-se que a programação de eventos on-line e aberta antecede o roteiro substancial do UIA2021RIO, previsto para 18 a 22 de julho, recentemente formatado para integrais transmissões remotas, que se adaptam à atual situação pandêmica. Anteriormente presencial, o modelo havia sido redesenhado para roteiro híbrido, e assim permaneceria se não fosse o presente agravamento de disseminação da Covid-19 no país.

 

Com o recrudescimento atual da crise sanitária no Brasil e no mundo, a União Internacional de Arquitetos (UIA) e o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) determinaram que todos os eventos presenciais planejados para o período entre 18 e 22 de julho de 2021 sejam realizados remotamente – tudo será digital. Lamentamos não poder recebê-los no Rio, mas há aspectos positivos”, informa o descritivo.

 

De acordo com o que se pontua pelo informe oficial, olha-se com perspectiva otimista para tal acomodação virtual, dado o ampliado alcance global de público por ela permitido. “As primeiras palestras digitais – originalmente planejadas para um auditório com capacidade para mil pessoas – tiveram dez vezes mais espectadores! Em sua primeira semana, o UIA2021RIO digital atraiu 35.600 participantes de 159 países! O programa também está bem mais amplo: muito além dos cinco dias em julho, estamos lançando conteúdos digitais ao longo de cinco meses”.

Confira o roteiro da terceira Semana Mundial de Arquitetos UIA2021RIO e inscreva-se gratuitamente em aberto.uia2021rio.archi.

Programação – debates abertos

17/5 (segunda-feira), 9h – Emergências de um Novo Arquiteto
Convidados Esteban Benavides e Jane Hall
Moderação Francesco Perrotta

Esteban Benavides é um dos fundadores do coletivo Al Borde, junto a David Barragán, Pascual Gangotena e Marialuisa Borja, todos formados pela Pontificia Universidad Católica do Equador. O grupo enaltece o trabalho social e o envolvimento com as comunidades em que atua. E tem sido reconhecido em inúmeras premiações: venceu o Prêmio Schelling de Arquitetura, na Alemanha, e o Prêmio Mundial de Arquitetura Sustentável em Paris. Foi indicado para o Prêmio Internacional de Arquitetura Jovem Iakov Chernikov em Moscou e para o Design for the Year Award no London Design Museum. Também participou do comitê de nomeação para o Mies Crown Hall Americas Prize e da seleção oficial da Bienal de Veneza 2016.

Jane Hall foi a primeira pessoa a receber a bolsa de estudos Lina Bo Bardi do Conselho Britânico, em 2013. Em suas pesquisas examina criticamente as mudanças no papel do arquiteto e os métodos alternativos de design arquitetônico. É uma das fundadoras do coletivo de design Assemble, que venceu o Prêmio Turner em 2015 e trabalha com práticas interdisciplinares entre artistas e arquitetos. Também é autora do livro Breaking Ground, Architecture by Women (Phaidon, 2019), mostrando 180 projetos representativos da contribuição das mulheres para a arquitetura.

 

18/5 (terça-feira), 9h – Câmbios Climáticos
Convidados
Luiz Alberto de Oliveira e Ailton Krenak
Moderação Margareth da Silva Pereira e Igor de Vetyemy

Luiz Alberto de Oliveira é Curador Geral do Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro. Físico e doutor em Cosmologia, ele aborda em suas palestras o impacto das mudanças tecnológicas sobre a vida das pessoas e das cidades. É pesquisador do Instituto de Cosmologia, Relatividade e Astrofísica (ICRA-BR) e do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF/MCTI), onde também atuou como professor de História e Filosofia da Ciência. Escreveu ensaios para diversas coletâneas como “Tempo e história”, “A crise da razão”, “O avesso da liberdade”, “O homem-máquina”; “Ensaios sobre o medo”, “Mutações: ensaios sobre as novas configurações do mundo”, “Mutações: a experiência do pensamento”, “Mutações: o futuro não é mais o que era”.

Ailton Krenak, natural de Minas Gerais, é escritor e ativista do movimento socioambiental e de defesa dos direitos indígenas. Organizou a Aliança dos Povos da Floresta, que reúne comunidades ribeirinhas e indígenas na Amazônia. É comendador da Ordem do Mérito Cultural da Presidência da República e doutor honoris causa pela Universidade Federal de Juiz de Fora (MG). Autor de Ideias para adiar o fim do mundo e A vida não é útil, foi vencedor, em 2020, do Prêmio Juca Pato, entregue pela União Brasileira de Escritores.

 

19/5 (quarta-feira), 9h – Mudanças Tecnológicas e Sociais
Convidados
Silvio Meira e Ester Carro
Moderação Igor de Vetyemy

Silvio Meira é cientista-chefe e fundador da Digital Strategy Company e fundador e presidente do conselho de administração do Porto Digital, em Pernambuco. É também professor da CESAR.school e professor emérito do Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Foi membro do Berkman Center, da Universidade de Harvard. Formado em engenharia pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), é mestre em informática pela UFPE e PhD em Computação pela University of Kent at Canterbury, no Reino Unido. É autor do livro Novos Negócios Inovadores de Crescimento Empreendedor no Brasil.

Ester Carro é arquiteta e ativista urbana, professora e pesquisadora no Núcleo de Mulheres e Território do Laboratório de Cidades (Arq. Futuro e Insper) e participa do programa Fellowship da Avenues São Paulo, campus da americana Avenues The World School. Desde 2017, é Presidente do Fazendinhando, movimento de transformação física, cultural e social, no Jardim Colombo, na favela de Paraisópolis, São Paulo. Em 2019 foi uma das selecionadas para participar da XII Bienal Internacional de Arquitetura, com o projeto “Contribuições para outra narrativa” exposto no Centro Cultural de São Paulo.

 

20/5 (quinta-feira), 11h – Live da Semana ‘Mudanças e Emergências’
Debate especial e ao vivo com diversos especialistas convidados que trarão reflexões e propostas para as questões abordadas na semana.