A capital chinesa, Pequim © Via Chinatur/Arq

UIA2021RIO dedica ciclo de palestras sobre novo urbanismo chinês

Já em andamento nesta semana, o programa conta com a participação de renomados profissionais para falar sobre novas estratégias e experiências de arquitetos acerca das transformações e paisagens que moldam o futuro urbano na China

O novo urbanismo chinês já vem sendo apresentado no 27º Congresso Mundial de Arquitetos (UIA2021RIO) e, dessa vez, é tema de uma série ArchiTalks que acontecem nesta semana. Até a próxima quinta-feira, profissionais atentos às principais questões globais, como a sustentabilidade e o impacto ambiental, discutem sobre as estratégias e experiências que procuram harmonizar tradições e inovações influentes sobre as paisagens no país e seus novos moldes urbanos.

Na última segunda-feira (14/6), os congressistas do UIA2021RIO tiveram acesso exclusivo a uma palestra de Yung Ho Chang, professor na Universidade de Pequim e no MIT e fundador do primeiro escritório de arquitetura privado da China, o Atelier FCJZ. Yung Ho Chang comentou as iniciativas arrojadas que vêm sendo implantadas na região do Delta do Rio Yangtze, uma das maiores aglomerações urbanas do mundo, abrangendo a cidade de Xangai e as províncias de Jiangsu, Zhejiang e Anhui onde, desde a década de 1990, firma-se uma potência industrial e um centro de inovação com influência global em ciência e tecnologia até 2025, definido pelo governo central chinês.

Nesta terça-feira (15/6), os arquitetos Zhao Xing e Sun Hui, sócios na HXP PLANUNG GmbH – com sedes em Pequim e Darmstadt, Alemanha -, abordaram sobre o movimento em direção às áreas rurais, uma das novas prioridades do governo central chinês, que tem investido fortemente em infraestruturas, como estradas, redes de eletricidade, acesso à Internet, todas extensivas à população rural. Válido pontuar que Zhao é especialista em eficiência energética e conforto térmico, enquanto Sun Hui é pesquisadora das construções vernáculas chinesas.

No último dia (17/6), quinta-feira, às 19h (Brasil) – às 6h em Pequim, no dia 18 de junho – haverá um debate (em inglês) com transmissão ao vivo reunindo os palestrantes para discussão dos atuais modelos de urbanismo em jogo no contexto chinês e para onde eles conduzem. A apresentação do debate caberá ao arquiteto Rui Leão, de Macau, presidente do Conselho Internacional de Arquitetos de Língua Portuguesa (CIALP) e um dos embaixadores internacionais do UIA2021RIO; e moderação do arquiteto Jun Jiang, fundador e editor da revista Urban China, pioneira na análise crítica do processo de urbanização do país.

 

Mais informações e acesso através da plataforma exclusiva aos congressistas do UIA2021RIO. Não deixe de participar!