Selo – CAU/DF será entregue a oito edificações de Brasília

A iniciativa exalta construções modernas não monumentais do Plano Piloto da capital federal, destacando autores, bom estado de preservação e manutenção de características originais

Agora quem passar próximo a estes oito edifícios do Plano Piloto de Brasília poderá observar o ‘Selo CAU/DF – Arquitetura de Brasília 2020’ aplicado diretamente sobre o prisma de identificação dos blocos residenciais, assim como em placas posicionadas nas portarias de entrada. O Selo, lançado em agosto deste ano pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Distrito Federal (CAU/DF), por meio de sua Comissão Temporária de Patrimônio, intenta reconhecer o valor histórico das edificações não monumentais da cidade e de seus autores, além de divulgar as boas práticas de conservação e manutenção predial que preservam a linguagem arquitetônica do movimento moderno.

O mundo todo conhece Brasília por meio das edificações de Oscar Niemeyer, Joaquim Cardoso, mas o maior bem que essa cidade nos deu são as superquadras de Lucio Costa. E é isso que também queremos valorizar e reconhecer. Espero que o Selo seja uma iniciativa que comece nas quadras residenciais do Plano Piloto e que migre para o Setor de Autarquias, Setor Bancário, Setor Comercial Sul e Norte, Gama e outras cidades do Entorno do DF, pois nosso intuito é estimular a consciência patrimonial dos cidadãos”, disse o presidente do CAU/DF, arq. Daniel Mangabeira.

Neste ano, o Selo foi concedido a oito edificações, elegidas conforme as especificações de participação e critérios de seleção pontuados anteriormente. No vídeo que segue, é possível acompanhar o anúncio oficial dos edifícios contemplados:

 

 

O processo de entrega da honraria teve início na data de ontem (2/12), durante cerimônia solene, aos primeiros dois edifícios contemplados, com a presença de autoridades, do criador da marca e de familiares de um dos autores do projeto arquitetônico original. Os demais Selos serão entregues conforme a programação:

Durante a cerimônia, os moradores do Bloco C da SQS 210 estiveram representados por Fernando de Aquino Pavie, o síndico desse edifício residencial, que é projeto original dos arquitetos Marcílio Mendes Ferreira e Takudoo Takada. Além do ótimo estado de conservação, com linhas arquitetônicas preservadas em sua originalidade, o edifício foi destacado por não ter intervenção de reforma, apenas manutenção predial. “Falar de um prédio preservado não quer dizer que ele é ultrapassado ou antigo. Nosso prédio se preocupa não apenas com os aspectos originais, mas também com segurança, conforto, o meio ambiente e boas práticas. E os moradores também ajudam nessa preservação”, pontuou Pavie.

 

Cerimônia solene de entrega do primeiro ‘Selo CAU/DF – Arquitetura de Brasília 2020’ ao Bloco C da SQS 210 (Foto: Emanuelle Sena)

 

A solenidade de entrega do primeiro Selo também contou com a presença de familiares de um dos autores do projeto arquitetônico original, Marcílio Mendes Ferreira – a filha, Maria Cristina Mendes Monteiro, e o neto, Renan Mendes Monteiro. “Essa ideia do Selo é sensacional e, como também arquiteto e urbanista que sou, destaco que os oito prédios são realmente merecedores e transcendem sua originalidade”, afirmou Renan Monteiro.

Autoridades locais também participaram desse momento histórico para a cidade: a Secretária de Estado de Turismo do Distrito Federal, Vanessa Chaves de Mendonça; o Secretário de Estado de Cultura e Economia Criativa do DF, Bartolomeu Rodrigues; o ex-presidente do CAU/DF (gestões 2012-2014 e 2015-2017), Alberto Alves de Faria; o presidente da Associação de Empresas de Arquitetura e Urbanismo de Brasília (AeArq), Tony Malheiros; a diretora do Icomos, Yara Regina Oliveira; o arquiteto e urbanista Danilo Barbosa, quem desenvolveu a marca do Selo CAU/DF, além de representantes de outras entidades.

Desde que soubemos a intenção do CAU em criar este selo, apoiamos a ideia. É uma inciativa singela, mas que tem uma capacidade enorme de conscientizar a todos sobre a importância da preservação. Este primeiro edifício contemplado ilustra que é possível conservar e ainda preservar a história e o projeto arquitetônico na sua essência”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitacional, Mateus de Oliveira.

Conforme dito, a entrega dos próximos dois Selos estão com marcada para esta sexta-feira, 4 de dezembro, às 9h nos pilotis do bloco K da SQS 314 (9h) e às 11h no Bloco D da SQN 108.

Saiba mais em Revista PROJETO

CAU/DF lança Selo de reconhecimento à arquitetura de Brasília

Selo CAU/DF – Arquitetura de Brasília divulga a lista com 30 indicados