Renzo Piano é finalista em concurso para projeto de hotel de luxo em Sydney

Desde 2012 a comunidade arquitetônica da Austrália está de olho em um concurso que deve, de acordo com os organizadores, definir o projeto do “mais icônico edifício de Sydney desde a Opera House”. A disputa é acirrada, afinal a obra do hotel-resort, além de mudar o skyline da cidade, tem um custo estimado em mais de um bilhão de dólares.

A lista de finalistas foi divulgada nesta segunda-feira, dia 18 de fevereiro, e inclui nomes como o do italiano Renzo Piano, dos ingleses do Wilkinson Eyre Architects, e dos norte-americanos do Adrian Smith + Gordon Gill Architecture e do Kohn Pedersen Fox Associates.

O edifício do Crown Sydney Resort ocupará um terreno de mais de seis mil metros quadrados em Barangaroo, um bairro a beira-mar que passa por um extenso projeto de revitalização, do qual faz parte a construção do bilionário hotel .

“Quero que este hotel seja reconhecido instantaneamente ao redor do mundo e figure em cartões postais que promovam Sydney. É assim que se atrai turistas estrangeiros, que se cria empregos e que se coloca a cidade no mapa”, explica James Packer, o investidor por trás do empreendimento.

Entre os elementos que compõem o programa estão a altura da torre – 235 metros. Além disso, o hotel terá 350 quartos, incluindo 70 suítes de luxo, dois restaurantes, lojas de grife, spa e áreas esportivas.

O resultado do concurso será divulgado em maio e a construção do hotel deve terminar em 2018.