© Cortesia nnarq / Weefor

Projeto curitibano se destaca no ICONIC AWARDS 2021

Organizado pelo Conselho Alemão de Design, o prêmio global celebra as melhores soluções de arquitetura e design, dentre as quais está a proposta brasileira assinada pelo Nachtergaele Navarro Arquitetos Associados, da incorporadora curitibana Weefor

Nesta segunda-feira (23), o ICONIC AWARDS 2021: Innovative Architecture anunciou os seus vencedores. O prêmio global, organizado pelo Conselho Alemão de Design, entidade com mais de 70 anos de história, celebra as melhores soluções de arquitetura e design, destacando trabalhos de todo o mundo – no total, são mais de 30 vencedores divididos em cinco categorias (Arquitetura, Interior, Produto, Comunicação e Conceito), dentre os quais está o residencial brasileiro assinado pelo Nachtergaele Navarro Arquitetos Associados, o nnarq, em Curitiba. A entrega oficial dos prêmios será realizada no próximo dia 11 de outubro, no Museu de Arte Moderna de Munique, na Alemanha.

Selecionado pelo júri composto por alguns dos principais nomes do mercado internacional – a saber, Susanne Branherm, Silvia Olp, Michel Casertano, Werner Sobek, Linda Stannierder (Alemanha); Asif Khan (Inglaterra); e Song Zhaoqing (China) -, o projeto ‘MUDA WF’ está na subcategoria Planejamento Urbano, dentro da categoria Conceito, e figura como o primeiro empreendimento lançado na capital paranaense pela incorporadora curitibana Weefor.

 

“O MUDA WF é resultado de um projeto inclusivo feito por pessoas para pessoas. Um empreendimento que integra o viver, o conviver, o trabalhar e o relaxar, baseado em um amplo e verdadeiro conceito de comunidade. Criamos processos inovadores, abrimos as portas para os arquitetos, projetistas e para os moradores do bairro Água Verde. A arquitetura proposta pelo escritório Nachtergaele Navarro Arquitetos Associados traz o design como aliado na construção de ambientes integrados que proporcionam o convívio (…). Vencer o ICONIC AWARDS 2021, em uma categoria tão representativa, dá ainda mais forças para lutar por nossos propósitos como empresa e, antes, como seres humanos”, detalha Maria Eugenia Fornea, CEO da Weefor.

Assim como a Weefor, o MUDA WF já nasceu inovador. Para escolher o escritório de arquitetura responsável pelo projeto, a incorporadora surpreendeu o mercado ao lançar, em 2019, o primeiro concurso nacional e aberto de arquitetura WEEFOR ARQ, com o propósito de buscar profissionais dispostos a aplicarem conhecimento técnico em prol da integração entre pessoas e histórias, resultando em uma conexão única com a cidade. Nascia então a parceria premiada com o escritório Nachtergaele Navarro Arquitetos Associados, que desenvolveu um conceito com forte apelo social para o empreendimento, apostando em um público que, além de morar bem, esteja preocupado com o desenvolvimento da cidade e de seus moradores.

O edifício de oito andares, construído em concreto aparente, oferece 52 unidades com oito tipos de plantas adaptáveis que variam de, aproximadamente, 53 a 112 metros quadrados. As opções incluem apartamentos com um, dois ou três dormitórios, todos com uma suíte, além de coberturas duplex. Para o paisagismo, com destaque para o jardim que envolve o prédio, o arquiteto e urbanista Felipe Ferreira escolheu espécies nativas pertencentes à Floresta Ombrófila Mista, entre elas diversas em risco de extinção, promovendo a regeneração da vegetação local com diretrizes de plantio saudável.

 

 

Todos os apartamentos possuem horta autônoma e auto irrigável, desenvolvida pela startup curitibana Favo Tecnologia. O empreendimento possui um sistema de captação de água pluvial, que será utilizado também na limpeza das áreas comuns, na irrigação do jardim do prédio e nos vasos sanitários. O empreendimento também conta com louças e metais economizadores, que, juntamente com o reuso de água da chuva, são capazes de reduzir o consume de água dos moradores em até 59%.

É também válido pontuar que, durante a fase de aprovação do projeto, a Weefor abriu o terreno do empreendimento para diversas atividades, propondo interação com a comunidade. No local, foram realizados, por exemplo, cursos de agroecologia, aulas gratuitas de yoga e meditação, degustação de plantas alimentícias não convencionais (PANC) e sucos vivos; rodas de conversa sobre Economia Circular, Horta Urbana e Feirismo; e eventos culturais com shows de artistas como Léo Fressato, Vivian Kuczynski e Míopes da MPB. Além disso foram realizadas ações em parcerias com os moradores do bairro, que buscavam solucionar questões de insegurança na região.

 

Como incorporadora, acreditamos que pessoas, bairro e empreendimento devem convergir e conviver em sintonia, formando um ecossistema de ideais, vivências e colaboração. Desde o concurso Weefor Arq, passando pelas ações no terreno, fomos capazes de criar uma forma de desenvolver empreendimentos imobiliários. O MUDA é resultado de um processo inclusivo”, finaliza Maria Eugenia.

 

Acesse

www.innovative-architecture.de

www.weefor.com.br