Portugal ganha mais um edifício público desenhado por Álvaro Siza

Eficiência máxima, sobretudo na circulação de pessoas e veículos em momentos de emergência – esse foi o principal objetivo do arquiteto Álvaro Siza ao projetar a sede do Corpo de Bombeiros da cidade de Santo Tirso, próximo ao Porto, no norte de Portugal.

Os edifícios acabam de ser concluídos, e as imagens recém-divulgadas revelam que, além da funcionalidade, o conjunto traz a identidade do arquiteto português (Pritzker, 1992), seja pela simplicidade de formas e materiais, seja pela combinação de beleza e conforto.

Concreto, vidro e tijolo aparente definem cada uma das camadas do projeto marcado por linhas retas e longas. No centro da planta, a garagem define a circulação para os demais ambientes – recepção e lobby, escritórios, atendimento e dormitórios coletivos.

Outro elemento marcante do projeto são os gramados da área externa – eles fazem a suave transição entre os três pavimentos do complexo e os desníveis do terreno, que acompanham o relevo sinuoso do entorno.