Plataforma especializada em cultura nipônica oferece curso ‘Arquitetura por mulheres japonesas’

Intitulada Momonoki, a plataforma conduz conteúdos programáticos junto a especialistas de múltiplas áreas de pesquisa - arquitetura, fotografia, literatura, história, moda, gastronomia - e, em parceria com a PROJETO, disponibiliza cupom de desconto exclusivo aos leitores da revista para participarem do referido curso. Saiba mais!

Intitulada Momonoki, a iniciativa conduz conteúdos programáticos junto a especialistas de múltiplas áreas de pesquisa – arquitetura, fotografia, literatura, história, moda, gastronomia – como parte da ampla gama abrangida pelo portal que expande olhares para as terras nipônicas

Momonoki (pessegueiro, em livre tradução para o português) define com exatidão o objetivo da plataforma de conhecimento que procura ramificar, conduzir e integrar pesquisadores e assuntos sobre o Japão. Com pauta extensa, a iniciativa – fruto das limitações decorrentes do cenário pandêmico enfrentado nos últimos meses – disponibiliza cursos virtuais tangentes às mais variadas expressões culturais do país, através de aulas programáticas elaboradas por especialistas de diferentes áreas de pesquisa.

Sob curadoria de Piti Koshimura, fundadora do blog e podcast Peach no Japão (desde 2016), os cursos acontecem ao vivo, via videoconferência, e debruçam-se sobre discussões acerca de arquitetura, moda, fotografia, cinema, história, artes tradicionais, filosofia, gastronomia, espiritualidade e outras tantas temáticas de valorização às raízes do país. Sempre através de pequenas turmas – um dos requisitos para composição dos grupos -, os cursos preveem oportunidades de troca e discussão efetivas por meio de conexões entre participantes e professores residentes em diferentes locais do globo.

Sabe-se ainda que, com recorrência, encontram-se disponíveis programas diretamente relacionados à arquitetura, um dos campos de maior apreço por Koshimura – fato que lhe confere aptidão referencial tanto na escolha de temas a serem trabalhados quanto nos profissionais que ministrarão as aulas.

 

Como gosto de arquitetura, acabo escrevendo bastante sobre o assunto e atraindo muitos arquitetos como leitores, seguidores e participantes dos cursos”, conta Koshimura.

 

Tal foi o interesse que estreitou os caminhos da profissional aos de Marina Lacerda, atual professora de dois cursos com enfoque em arquitetura oferecidos pela plataforma Momonoki. Graduada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2009), Lacerda concluiu Mestrado sobre a obra do arquiteto japonês Toyo Ito, pela Universidade de Campinas (UNICAMP), em 2019, e hoje leciona no curso de Arquitetura e Urbanismo na Universidade Estácio de Sá, em São Paulo.

 

Foi pelo blog e Instagram ‘Peach no Japão’, além de minhas pesquisas sobre o país, que conheci muitos dos pesquisadores que tenho convidado para integrar a Momonoki. (…) Marina me procurou quando estava, na época, planejando sua vinda ao Japão com o intuito de fazer pesquisa para o mestrado, principalmente sobre as obras do Toyo Ito”, pontua Koshimura.

 

A parceria rendeu à Lacerda a realização de dois cursos oferecidos pela plataforma, a saber: “Arquitetura contemporânea japonesa: a indeterminação e o vazio”, já em andamento neste fevereiro; bem como “Arquitetura por mulheres japonesas”, com turmas abertas para o próximo mês março.

Conheça a programação completa e se inscreva!

Arquitetura por mulheres japonesas

Datas 16, 23 de outubro e 6 de novembro (sábados)
Horário
10h às 12h (horário de Brasília) / 22h às 24h (horário do Japão)
Duração 2h cada aula
Formato Curso on-line ao vivo ministrado em três aulas, via Zoom. A ativação da câmera fica a critério de cada participante. As aulas serão gravadas e ficarão disponíveis por uma semana
Público Pessoas interessadas no Japão e em arquitetura geral. Não requer conhecimento prévio em arquitetura
Formas de pagamento em até 12x no cartão; leitores da PROJETO têm 10% de desconto utilizando o cupom revprojeto10; é possível a emissão de certificado ao final do curso
*no caso de inscrições no Japão, o pagamento pode ser realizado via depósito bancário, em iene (valor ¥ 5200). Mais informações aqui.

 

Descritivo

O curso colocará em foco a produção de três importantes mulheres da arquitetura
japonesa, ainda atuantes, numa tentativa de evidenciar suas trajetórias em um cenário em que são tão invisibilizadas. Cada aula abordará a produção de uma arquiteta e outros atravessamentos necessários para a construção da discussão.

Programação

Aula 1 – Itsuko Hasegawa (16/10, sábado)

Na primeira aula serão apresentadas as principais obras de Itsuko Hasegawa (1941-), que possui escritório desde 1979. Além de ser eleita para compor o RIBA – Royal Institute of British Architects (1997) e o AIA – The American Institute of Architects (2006), ela também recebeu diversos prêmios, sendo a primeira mulher a ganhar um concurso público no Japão com o projeto do Centro Cultural Shonandaim(1986).

Aula 2 – Kazuyo Sejima (23/10, sábado)
Na segunda aula serão abordados os projetos de Kazuyo Sejima (1956-) para compreender como ela se tornou a grande expoente da arquitetura japonesa contemporânea. Sejima fundou seu escritório em 1987, e desde 1995 também mantém o escritório SANAA junto com o sócio e arquiteto Ryue Nishizawa (1966-). Em 2010, eles ganharam o Prêmio Pritzker.

Aula 3 – Momoyo Kaijima (6/11, sábado)
E, por fim, serão apresentadas as principais obras de Momoyo Kaijima (1969-) que, em 1992, fundou seu escritório, o Atelier Bow Wow, junto com seu marido, o arquiteto Yoshiharu Tsukamoto. Autora de livros importantes como Made in Tokyo e Pet Architecture, Kaijima se destaca por uma trajetória interdisciplinar e experimental, que vincula sua produção arquitetônica com sua atuação acadêmica.

 


Comunicadora formada pela Escola Superior de Propaganda e Marketing de São Paulo (ESPM-SP), com pós-graduação em Estudos Culturais pela Universidade Paul Valéry, de Montpellier, na França, Piti Koshimura vem compartilhando um olhar contemporâneo sobre o Japão em seu blog, podcast e redes sociais desde 2016. Atenta em criar conteúdos embasados em pesquisa, sua missão é promover um maior entendimento sobre o país de seus antepassados. Além de coordenar a plataforma Momonoki, dedica-se a projetos de conteúdo cultural, pesquisa, consultoria e turismo.

 


Marina Lacerda
 é graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2009), possui Especialização em Design Estratégico pelo Istituto Europeo di Design de São Paulo (2015) e Mestrado sobre a obra do arquiteto japonês Toyo Ito pela Universidade de Campinas – UNICAMP (2019). É docente do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Estácio de Sá (SP) e integrante da equipe editorial das revistas científicas da Escola da Cidade. Pesquisa e ministra cursos sobre os temas Diagramas na Teoria e no Projeto de Arquitetura, Processos e Análise de Projeto de Arquitetura, Arquitetura Contemporânea e Arquitetura Japonesa.

 

Saiba mais

Plataforma Momonoki
Instagram @momonoki_jp

Blog Peach no Japão
Podcast Peach no Japão
Instagram @peachnojapao

Instagram Marina Lacerda @maplacerda