© Pablo Casals Aguirre/Via Archdaily

Mostra ‘Futuro Agora – Revisitando a Arquitetura em Terra’ explora técnicas de construção naturais

Na Praça Mauá, no Rio de Janeiro, o pavilhão expositivo aliado à programação do UIA2021RIO trata de inovações nas tecnologias construtivas em terra, como forma de refletir sobre os desafios da arquitetura contemporânea e questões ambientais urgentes

Até 17 de outubro, a Praça Mauá, no Rio de Janeiro, que já abriga o Museu do Amanhã e o Museu de Arte do Rio (MAR), apresenta mais uma experiência arquitetônica através do Future Now Pavilion, pavilhão de exposições ao ar livre ‘Future Now – Revisiting Earthen Architecture’ (‘Futuro Agora – Revisitando a Arquitetura em Terra’). O projeto é uma das poucas exposições físicas integradas à 27ª edição do Congresso Mundial de Arquitetos (UIA2021RIO), e trata de inovações nas tecnologias de construção em terra, como forma de refletir sobre os desafios da arquitetura contemporânea, com questões ambientais urgentes.

Dividida em dois pilares, exposição e webinars gratuitos, a mostra apresenta, portanto, inovação tecnológica, fabricação digital, cultura e história do pisé (técnica de construção em argila, por nome taipa, no Brasil), e suas aplicações mais contemporâneas.

Inicialmente assimilada durante as rotas de comércio de seda, desenvolveu-se nos séculos XVIII e XIX. A ampla difusão geográfica da técnica é um convite a repensar e revisitar o uso do barro na arquitetura através da inovação e da tecnologia contemporânea”, discorre o site do evento, onde estão diversos conteúdos explicativos sobre materialidade e história da técnica.

 

Construído em madeira de reflorestamento e cultivada localmente, o pavilhão de exposições reúne 24 painéis fotográficos e tipográficos e foi projetado pelos arquitetos chilenos Diego Baloian, Sebastián Silva, Matías Baeza e Juan Pablo Peró, em colaboração com a ITA Construtora, empresa brasileira de construção especializada em madeira sustentável e principal patrocinadora da iniciativa. O trabalho conjunto garantiu estrutura completamente reutilizável e reciclável, e pegada de carbono 100% compensada por projetos de economia de carbono da MyClimate.

 

A geometria circular do pavilhão, que propõe um sistema de construção modular e pré-fabricado baseado em peças de madeira, interage com o público por meio de uma rampa de acesso livre e um espaço interior capaz de se adaptar a múltiplas formas de apropriação pelo cidadão”, explica ao Archdaily, o arquiteto Diego Baloian.

 

© Pablo Casals Aguirre/Via Archdaily

 

A exposição é realizada pela Insight Architecture, empresa suíça que valoriza a arquitetura através de viagens arquitetônicas, eventos e design com foco no Brasil, em colaboração com o Instituto Federal Suíço de Tecnologia ETH Zurique e arquitetos Fabio Gramazio e Matthias Kohler, da Gramazio Kohler Research, Roger Boltshauser, do Studio Boltshauser, e Pedro Rivera, do Brasil, além do apoio da Pro Helvetia e do Consulado Geral da Suíça no Rio de Janeiro.

“O Insight Architecture visa oferecer informações em torno da inovação em arquitetura, alinhadas ao tema do UIA2021RIO. O pavilhão em madeira somado à exposição sobre o uso do barro na arquitetura é um catalisador para a transferência de conhecimento entre pesquisa e indústria. Ainda é realizado em colaboração com parceiros da construção associados à produção de materiais alternativos e sustentáveis ​​e menores emissões de carbono”, profere a Insight Architecture.

Um dos destaques é o projeto mais recente de Roger Boltshauser, a Kiln Tower, que revela a experiência dos alunos com a construção em terra. Outra obra exibida na mostra é a Robotic Clay Rotunda, da Gramazio Kohler Research, que funde a aplicação de argila com fabricação digital, construindo através da robótica e sem desperdício. “O processo de manufatura aditiva agrega cilindros de argila – os chamados ‘tijolos macios por prensagem’ -, que possibilita a produção de estruturas geometricamente complexas”, descreve. Concluído em março de 2021, na Suíça, o Robotic Clay Rotunda faz parte da estrutura externa aparente do laboratório de música Hi-Fi.

 

Devemos reconhecer que nada é para a eternidade e que o ambiente de construção precisa de manutenção e transformação constantes. Esta descoberta simples torna imperativo construir com desperdício zero e materiais neutros em carbono para procurar uma expressão arquitetônica radicalmente contemporânea, é necessário escrever um novo capítulo sobre a rica história das construções de argila, que é radicalmente projetada no futuro. E o futuro é agora”, explica Fabio Gramazio, da ETH Zurich.

 

Programação de Webinars – Futuro Agora

Integrante à mostra e paralelo ao congresso UIA2021RIO, a Insight Architecture também produz, em colaboração com a Swissnex Brasil, quatro webinares acerca de desenvolvimentos tecnológicos e  impacto na arquitetura contemporânea. Sempre com transmissões ao vivo e gratuitas através do link www.insight-architecture.com/future-now-webinars-events, participam Fabio Gramazio, Fabian Scheurer, Roger Boltshauser (Suíça), Martin Rauch (Áustria), Benjamin Dillenburger (Holanda), Josep Ferrando (Espanha), Fernando Minto, Marcos Acayaba e Marcelo Aflalo (Brasil). As palestras são realizadas em português e inglês, com tradução simultânea para ambas.

 

10/9, às 14h – Revisando a arquitetura da terra
Dando um novo significado e investigando novas maneiras, com Fabio Gramazio e Roger Boltshauser (ambos Suíça), professores do Instituto Federal Suíço de Tecnologia de Zurique ETH, moderação Pedro Rivera, fundador Rua Arquitetos (Brasil)

 

29/9, às 14h – Earth, Clay and Context
Com Martin Rauch (Áustria) e Fernando Minto (Brasil), moderação Igor de Vetyemy (Brasil)

 

6/10, às 14h – Sobre fabricação digital na arquitetura
Com Fabian Scheurer (Suíça) e Benjamin Dillenburger (Holanda), moderação Cheryl Jacobs (EUA)

 

14/10, às 14h – Uso da madeira na construção
Com Josep Ferrando (Espanha), Marcos Acayaba (Brasil), Marcelo Aflalo (Brasil), moderação Renato Turri/WorldArchitects (Suíça)

 

 

Futuro Agora – Revisitando a Arquitetura em Terra
Local
Praça Mauá, s/n – Centro do Rio de Janeiro
Período expositivo até 17 de outubro de 2021
Horário 10h às 18h
Acesso Entrada Franca
Mais informações no site do evento