Feito com metal treliçado, portal surpreende em cidade paulista

Recém-inaugurado, projeto faz referência aos artesanatos trançados, típicos da tribo indígena Guarany, que caracterizam comércio de Embu das Artes

Como parte do Programa Turismo Social no Brasil, a Prefeitura de Embu das Artes promoveu um concurso para o desenvolvimento de marcos de entrada para a cidade, situada na região metropolitana de São Paulo.

O escritório paulistano Entre Arquitetos venceu a competição com um projeto de uma estrutura de metal treliçado, em formato de ampulheta.

Com cerca de cinco metros de altura, o volume faz referência aos trabalhos artesanais realizados pelos índios da tribo Guarany, nativos da região, antigamente chada de M’Boi. A proposta busca interagir com os cidadão e turistas por meio da memória cultural, ao resgatar valores históricos e sociais inerentes aos moradores locais.

A partir da técnica do trançado, o aço foi usado a fim de criar uma superfície maleável, resistente e com forte impacto visual para o transeunte que passa pelo marco de entrada da cidade, batizado de “Tecer o imaginário urbano”.

“Trazer aos seus habitantes identificação com o meio que vive é de essencial importância para o desenvolvimento de uma cidade. Valores culturais criados (artesanato, dança, culinária, entre outros) são importantes afim de trazer à tona suas próprias conquistas”, afirmam os arquitetos responsáveis pelo projeto.