Foto: Bianca Antunes

Mais uma despedida – Jaime Lerner (1937-2021)

Arquiteto e Urbanista nos deixou neste 27 de maio, com grande herança para o pensamento urbanístico

Um dos maiores arquitetos e urbanistas do mundo, reconhecido internacionalmente por sua obra e pensamento, faleceu nesta manhã de 27 de maio de 2021, devido à complicações renais.

Jaime Lerner deixa como legado suas ideias e simpatia, além de grande aprendizado a todos que pensam o urbano.

Três vezes prefeito de Curitiba e duas vezes Governador do Estado do Paraná, Lerner mostrou que arquitetura e política andam juntos. Foi o único brasileiro presidente da União Internacional de Arquitetos (UIA) e, em 2010, foi escolhido pela revista ‘Time’ como um dos 25 pensadores mais inovadores do mundo.

Nossos sentimentos à família, amigos e colegas, e nosso imenso agradecimento à sua generosidade em atender à PROJETO por diversas vezes ao longo de nossa trajetória. Sua última entrevista oficial, concedida à jornalista Bianca Antunes há pouco mais de um ano, pode ser relembrada aqui.

A última entrevista: Jaime Lerner

Parque Urbano Orla do Guaíba

Jaime Lerner prega o fim do ego na arquitetura

 

Homenagens a Lerner

Com o falecimento de Jaime Lerner, o Brasil perde mais um de seus arquitetos e urbanistas que conquistaram reconhecimento internacional por meio de sua prática profissional e de gestor público inovadora e ousada. Ele era querido em todo mundo, não apenas entre os colegas de ofício, em reconhecimento pela transformação de Curitiba em exemplo de cidade planejada para pessoas, integrando urbanismo com políticas culturais e econômicas.   O legado de Jaime Lerner vai além, por seus trabalhos em outras cidades do país e do exterior, e como pensador de questões urbanas com grande poder de comunicação e ressonância.

Nadia Somekh, presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil

 

A Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA) lamenta a perda de um dos mais importantes nomes da arquitetura nacional, pontuando que Lerner foi responsável por um legado que mudou a vida de muitas pessoas e a paisagem urbanística das cidades. “Jaime Lerner se soma às nossas perdas e a do Brasil. Nossa relação se estreitou no meu mandato à frente da FNA e depois continuou, visto meu trabalho na área da mobilidade. Sua contribuição foi inestimável”, pontuou Valeska Peres Pinto, ex-presidente da FNA (1989/1995) e atual integrante do Conselho Consultivo da Federação.

Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA)

 

Jaime Lerner, entre tantas coisas importantes, é filho da Universidade Federal do Paraná. É formado na primeira turma de arquitetura e urbanismo, em 1964 e foi professor na universidade. Ele se notabiliza pelo respeito que sempre teve pela academia e por fazer com que o conhecimento acadêmico fosse colocado na prática. Ele tem o reconhecimento da universidade por ter projeto um prédio nosso, o Núcleo de Concursos, no bairro Juvevê. É um produto da academia, mas a quem a academia deve muito.

Ricardo Marcelo da Fonseca, reitor da Universidade Federal do Paraná (UFPR)

 

Seu admirável legado contempla do Teatro Paiol ao calçadão da rua das Flores. Do Parque Barigui à Ópera de Arame. Do Jardim Botânico de Curitiba ao Jardim Zoológico do parque do Iguaçu. Da Cidade Industrial de Curitiba ao sistema BRT, copiado em pelo menos 250 cidades do mundo. Notabilizou-se pela criação de um sistema de transportes públicos indutor do zoneamento urbano, que permitiu o adensamento maior ao longo das avenidas estruturais, com moradia, comércio e serviços. Inúmeras suas intervenções sociais, ambientais e culturais. Criou e dedicou-se às crianças com o programa “Vale Creche”, pioneiro no país e base da nossa rede de Educação Pública, hoje com 400 escolas e CMEIS. Um homem é eterno quando sua memória permanece. O coração curitibano é parte do legado de Jaime Lerner. Costumava dizer com entusiasmo e sabedoria: “Quem cria, nasce todo dia”. Nossa amada Curitiba irá honrar para sempre o seu nome. Foi grande e foi nosso. Será homenageado com Concerto da Camerata, uma das suas criações mais notáveis.

Rafael Greca (DEM), prefeito de Curitiba

 

É com tristeza que recebo a notícia da morte de Jaime Lerner. Curitibano, acima de tudo, personagem da história paranaense e urbanista reconhecido internacionalmente. Seu legado permanece, pois o desenho que a capital tem até hoje carrega as suas digitais. Lerner deixou sua marca na história e fez com que Curitiba fosse conhecida em todo o mundo como referência em urbanismo. Meus sentimentos aos familiares, amigos e a toda a gente de Curitiba.

Tico Kuzma (PROS), vereador e presidente da Câmara Municipal de Curitiba

 

Consternado com a morte de Jaime Lerner. O país perde um talentoso arquiteto e urbanista, o Paraná se despede de uma grande político.

Fábio Camargo, presidente do TCE-PR

 

Lamento la muerte de Jaime Lerner, gran exalcalde de Curitiba, creador de los BRT (sistemas tipo TransMilenio) y maravilloso ser humano.

Enrique Peñalosa, ex-prefeito de Bogotá

 

Em sua vida política, soube aproveitar seu amplo conhecimento técnico para adotar na capital paranaense importantes conceitos de planejamento urbano, implantando soluções que seguem como legados para a cidade até os dias atuais. Suas gestões na prefeitura foram importantes também para o desenvolvimento da indústria, especialmente com a criação da Cidade Industrial de Curitiba (CIC), que impulsionou o desenvolvimento do setor na região. O impulso à indústria marcou também sua atuação como governador, principalmente pela adoção de políticas que possibilitaram a instalação de montadoras de veículos no Estado. Investimentos esses que ajudaram a transformar o perfil econômico do Paraná, que hoje abriga um dos principais polos automobilísticos do país. O Sistema Fiep envia condolências à família, desejando que encontre o conforto necessário neste momento.

Sistema Fiep