O artista Brunner (Foto: Divulgação)

Instituto Tomie Ohtake realiza ação especial com artista Brunner

“Ouvir para Ver a Cidade: Deriva da Luz Vermelha", do Programa de Acessibilidade do Instituto, procura estimular o exercício do uso comum de espaços públicos por pessoas com ou sem deficiência visual

A partir de 20 de setembro, próximo domingo, o Instituto Tomie Ohtake, em parceria com o artista Brunner, realiza uma edição especial do “Ouvir para Ver a Cidade: Deriva da Luz Vermelha”. Devido às orientações de isolamento social, neste ano serão criados roteiros em áudios temáticos e imersivos e a programação contará com um live para debater a proposta deste ano, a realizar-se em 24 de setembro (quinta-feira) via redes sociais do Instituto.

A curadoria do artista Brunner, em 2020, deve-se ao fato de o artista possuir pesquisa profunda sobre a região da Luz, estudo que foi realizado para a produção do “Deriva da Luz Vermelha”, espetáculo performático e itinerante que esteve em cartaz no ano passado. Em 2019, o público era convidado a visitar locais que serviram de apoio à violência estatal, como o prédio do Memorial da Resistência (antigo Dops), a região do cinema da Boca do Lixo (anteriormente presídio Tiradentes), entre outros espaços históricos.

Neste sentido, Brunner resgata esse rico material e roteiriza o histórico pela região da Luz em áudios que serão disponibilizados no site do Instituto Tomie Ohtake:

Este convite e oportunidade que o Instituto Tomie Ohtake nos dá é extremamente importante pois, mais do que nunca, é preciso lembrar, refletir e não esquecer da violência de estado que historicamente marca, sobretudo, essa região. Não há como apresentar espaços urbanos da cidade sem mergulhar no tema”, destaca o artista.

Desde 2017, o Programa de Acessibilidade Instituto Tomie Ohtake realiza o evento com a intenção de propor novas descobertas a partir de lugares específicos da cidade e exercitar o uso comum de espaços públicos por pessoas que apresentem, ou não, deficiência visual. O Programa integra a coletânea de projetos do Núcleo de Cultura e Participação que promove ações culturais gratuitas a fim de estimular o acesso e a participação de todos os públicos em atividades artísticas, com foco nas pessoas com deficiência e em situação de vulnerabilidade social.

Ouvir para Ver a Cidade Edição Especial: Deriva da Luz Vermelha
Disponível a partir de 20 de setembro de 2020
Acesso e download através do link

Debate 24 de setembro (quinta-feira)
Horário 18h
Acesso Facebook e YouTube Instituto Tomie Ohtake