CCSP, Eurico Prado Lopes e Luís Castro Telles (1976-1982) | Foto: Nelson Kon

Guia de arquitetura de São Paulo sugere doze percursos pela cidade

Organizado pelo arquiteto e professor Fabio Valentim, junto de docentes e discentes da Escola da Cidade, o livro compila 124 projetos de diferentes usos, além de verbetes, textos, ensaio fotográfico, na tentativa de retratar e explorar as belezas da imensa São Paulo

Poucas cidades no mundo dispõem de um acervo de edifícios modernos tão rico como São Paulo. De obras públicas a residências, grandes criações arquitetônicas se espalham por sua mancha urbana, mas podem passar despercebidas por olhares que se perdem no aglomerado de prédios. Oscar Niemeyer, Vilanova Artigas, Lina Bo Bardi, Rino Levi e Paulo Mendes da Rocha são apenas alguns dentre tantos importantes arquitetos que aqui construíram.

“Um guia de arquitetura de São Paulo: doze percursos e cento e vinte e quatro projetos” materializa o antigo sonho de oferecer um panorama, mesmo que breve, da ampla riqueza arquitetônica presente na cidade de São Paulo. Organizado pelo arquiteto e professor Fabio Valentim, sócio do escritório paulistano UNA barbara e Valentim, o livro oferece uma seleção de obras relevantes na história recente da arquitetura moderna paulistana e abrange parte de seus desdobramentos, no tocante a produções contemporâneas.

Partindo de uma significativa amostragem de 124 construções – cuja diversidade envolve parques, escolas, conjuntos habitacionais, torres comerciais, garagens e outros projetos das mais variadas funcionalidades -, o guia apresenta 12 roteiros que extrapolam as áreas centrais, contemplando também obras de zonas periféricas e municípios vizinhos.

A seleção tenta dar conta de vários usos e, por isso, elegeu projetos que cumprem bem a função de exibir os diferentes assuntos intrínsecos a cada um deles – mais do que aspectos arquitetônicos, o conjunto de obras exibe a passagem no tempo, as mudanças políticas, as fases econômicas, os reflexos sociais, questões geográficas, e assim por diante”, afirma Fabio Valentim.

 

Além de contar com prefácio redigido pelo próprio arquiteto, na abertura um pequeno ensaio fotográfico de Lalo de Almeida apresenta São Paulo e seus moradores ao longo dos 12 percursos sugeridos, como forma de aproximar o leitor à figura do usuário, cidadão ou visitante da cidade. Além disso, os verbetes sobre as obras são de autoria de professores e ex-professores da Escola da Cidade, com imagens registradas por fotógrafos profissionais, ex-alunos e estudantes da instituição.

O livro também celebra a primeira parceria com a WMF Martins Fontes, editora que sempre teve participação fundamental na publicação de obras de arquitetura no país.

 

Um guia de arquitetura de São Paulo: doze percursos e cento e vinte e quatro projetos
Organizador Fabio Valentim
Edição Coedição WMF/Escola da Cidade
Ano 2019 | 1ª edição
Nº de páginas 448
ISBN WMF MARTINS FONTES: 978-85-469-0278-1
ISBN ESCOLA DA CIDADE: 978-85-64558-47-2
Tipo de capa brochura
Formato 12 x 17 centímetros
Preço R$59,90

 

 


Fabio Valentim, formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (1995), é professor de projeto na Escola da Cidade, além de coordenador editorial da Editora Escola da Cidade e sócio do escritório UNA barbara e valentim.