Estudantes da FAU-UnB garantem primeira colocação em concurso internacional

O grupo teve menos de um dia para desenvolver um projeto de templo ecumênico na competição on-line promovida pela Ideas Foward

(Imagem: divulgação / autores do projeto Vastness)

 

Estudantes da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Brasília (FAU-UnB) foram os primeiros colocados na 34ª edição da 24h competition internacional promovida pela plataforma Ideas Foward. Com o propósito de obter desenvolvimento de soluções inovadoras na área, o certame propôs a universitários, neste mês de julho, o desafio de projetar, remotamente, o conceito de um espaço ecumênico que agregasse pessoas de todos os credos e raças.

O grupo da UnB, formado pelos estudantes Gabriel Perucchi (24), Isadora de Almeida Furtado (22), Julia Bianchi Ferreira (21), Luana Alves Faria (24) e Marcos Paulo Cambuí (22), todos de diferentes semestres do curso de Arquitetura e Urbanismo, conquistou o primeiro lugar e receberá prêmio no valor de 500 euros – por volta de R$ 3 mil (2020). A Ideas Foward, fundada em 2014, estimula jovens e futuros profissionais a discutir o espaço urbano de forma inovadora e criativa.

Antes da plataforma lançar o edital do concurso, os participantes não tinham conhecimento da situação-problema que seria proposta para solução. Sob o tema Hope (Esperança, em português), a competição buscou a criação de uma estrutura que comportasse dez mil pessoas num espaço coberto (e com praça) onde outras trezentas mil pudessem manifestar suas crenças religiosas. Acirrada, a disputa deixa claro que não poderiam ser inclusos quaisquer traços e símbolos associados a religião específica.

O prazo para a entrega da proposta tornou o desafio ainda maior, já que a competição começou na manhã de um sábado e terminou no domingo, praticamente sem pausa. Em entrevista concedida ao Secom/UnB, o estudante do nono semestre, Gabriel Perucchi, detalhou:

A gente tinha que desenvolver o projeto, as imagens, os desenhos e os textos em menos de 24 horas”.

Vastness é o nome da proposta-conceito criada pelos estudantes. Para atender aos critérios do concurso e universalizar o conceito de religião, os estudantes chegaram à volumetria circular, como uma aliança, o que também favoreceu a configuração de um vazio interno, conforme manda o edital. Através dos esboços, a proposta ainda contempla setores no subsolo para comportar salas de ajuntamentos religiosos mais privativos.

Foi uma experiência bem intensa de imersão neste projeto. A gente começa procurando referência e depois entra na busca dos materiais. São coisas bem corridas e cansativas. Fomos atrás de muitos assuntos extracurriculares, sem nos limitarmos pelo tema da competição”, pontuou Marcos Cambuí, do oitavo semestre.

A vitória foi surpresa para a equipe. Mesmo crendo no potencial proposto, a maratona fez com que, poucas horas antes do envio, todo o projeto fosse modificado. “Terminamos muito cansados e ansiosos, e estávamos um pouco céticos de que poderia receber alguma premiação”, declarou Gabriel.

Ainda, a interrupção das aulas na Universidade, por conta da crise sanitária, trouxe aos estudantes a possibilidade de lidar com novos desafios impostos pela distância. Nesta perspectiva, o quinteto se reuniu com o interesse de participar em concursos voltados a estudantes – dentre eles, os desenvolvidos pela Ideas Fowards. Esta foi a segunda vez que participaram das edições promovidas pela plataforma.

Saiba mais sobre o prêmio e as demais colocações no site oficial da Ideas Foward.