Com edifício no RS, Álvaro Siza vence concurso Mies Crown Hall

O arquiteto português receberá 50 mil dólares em prêmios, além de uma bolsa de pesquisa no Illinois Institute Of Technology

Com o projeto da Fundação Iberê Camargo, o arquiteto português Álvaro Siza venceu a primeira edição do Prêmio das Américas Mies Crown Hall (MCHAP). Lançada em 2014, a competição tem como objetivo prestigiar e destacar construções que alteram positivamente a condição humana, melhorando a qualidade do entorno.

Edifício gaúcho entre os finalistas do concurso Mies Crown Hall
Cinco brasileiros entre finalistas do prêmio Mies Crown Hall
Uma nova premiação de arquitetura para as Américas

De acordo com a comissão julgadora, o museu funciona como um espaço simbólico em relação ao conjunto urbano da área beira-rio de Porto Alegre. “A construção induz os visitantes a circularem pelo espaço por meio de seus corredores habilidosamente esculpidos e sua volumetria majestosa”, afirmam os jurados.

Na segunda categoria, os norte-americanos do escritório Herzog & de Meuron venceram com o projeto comercial 1111 Lincoln Road, construído em Miami.

Além do prêmio de 50 mil dólares para o projeto vencedor e 25 mil dólares para a categoria de arquitetura emergente, os dois escritórios ou arquitetos escolhidos receberão uma bolsa de pesquisa de um ano no Illinois Institute of Technology para conduzir estudos sobre a temática “repensar a metrópole”.

Para mais informações e detalhes sobre os vencedores, acesse: www.mchap.org

Confira os projetos na galeria.