Chamada de Trabalhos: 8º Seminário Docomomo São Paulo 2022

O Núcleo Docomomo São Paulo e o curso de Arquitetura e Urbanismo da UNIP Araraquara anunciam a chamada de trabalhos para o seminário que se dedica à temática de arquitetura e urbanismo modernos e de seus acervos. Saiba mais!

 

 

O Núcleo Docomomo São Paulo e o curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Paulista UNIP Araraquara anunciam a chamada de trabalhos para o 8º Seminário dedicado à temática de arquitetura e urbanismo modernos e os desafios de seus acervos, com o objetivo de refletir e debater sobre a relação que se tornou candente no contexto brasileiro com a recente evasão de importantes acervos e documentos da área.

Desde os anos 1970 o expressivo aumento da musealização dos desenhos de arquitetura e urbanismo, acelerado com a criação de seções especializadas em museus de artes plásticas e dos centros de documentação de arquitetura, essa documentação vem adquirindo maior valor no mercado da cultura e das artes, como parte de um processo de globalização e mercantilização da cultura e, “nesse sentido, é urgente debater o papel das instituições públicas e privadas frente à preservação dos acervos no país, bem como as práticas e políticas existentes para sua  salvaguarda e difusão, e o direito ao acesso à informação”, conforme aponta o descritivo.

Os acervos são fundamentais para a proteção da memória e da arquitetura moderna, exercem papel de centralidade na produção de novas pesquisas e na preservação e difusão da arquitetura moderna. A importância dos planos, projetos, memoriais, registros iconográficos, correspondências entre outros documentos como fontes primárias às investigações em história da arquitetura, do urbanismo e do design, bem como para o suporte às intervenções de restauro, à prática projetual e apoio ao ensino, são inquestionáveis”, defende.

 

O Docomomo núcleo São Paulo sinaliza, portanto, a necessidade de fortalecimento da atuação institucional por meio do debate aprofundado e ampliado sobre a preservação dos acervos. São bem-vindos trabalhos que abordem a temática dos acervos da arquitetura e urbanismo modernos nas suas múltiplas possibilidades, como a preservação material, atuação institucional, o uso de acervos em pesquisas, difusão, educação patrimonial, digitalização, bem como as políticas públicas direcionadas ao patrimônio nacional. O núcleo São Paulo propõe aprofunda o debate e lançar luz sobre as ações e os trabalhos realizados por instituições e pesquisadores no país, a fim de iluminar seus potenciais e as dificuldades enfrentadas, cumprindo com a finalidade de preservar a documentação e o legado do movimento moderno.

Por meio de leituras, análises e estratégias sobre as diversas problemáticas envolvidas na preservação dos acervos e diante da necessidade de fortalecimento da atuação institucional, o 8º Seminário contribuirá com a análise e reflexão da arquitetura e urbanismo modernos, e debaterá a prática das instituições, a historiografia, o restauro e as intervenções, em relação aos acervos da arquitetura moderna, quanto a sua preservação, salvaguarda, difusão e acessibilidade.

Os eixos de investigação propostos possibilitam diferentes abordagens e buscam estimular o debate dos interessados na preservação da arquitetura e do urbanismo modernos, seja em âmbito acadêmico ou profissional:

  1. Instituições e a preservação dos acervos: trabalhos neste eixo podem tratar das temáticas da preservação dos acervos da arquitetura moderna nas suas variadas frentes, como a salvaguarda documental; processos e métodos de inventariação, catalogação e documentação; meios e práticas de digitalização; realização de pesquisas; desafios para a gestão e a conservação dos documentos e bens materiais
  2. Historiografia da arquitetura moderna e os acervos de arquitetura / e pesquisas de arquitetura moderna: podem tratar do lugar dos acervos nas pesquisas sobre arquitetura moderna; o papel das fontes na pesquisa de arquitetura, nas reflexões e debates articulados sobre os arquivos para a revisão da historiografia. A identificação do processo de projeto, de coautores, quase sempre obliterados, a certificação das datas, das primeiras ideias ao projeto executivo
  3. Restauro e intervenções arquitetônicas e os acervos de arquitetura: podem tratar da relação das fontes documentais na compreensão histórica de um bem arquitetônico e na orientação das possibilidades de intervenção. As fontes primárias organizam e subsidiam os demais levantamentos necessários à elaboração dos projetos de restauro.

 

Cronograma

30/5 Prazo para a inscrição de trabalhos completos

27/6 Divulgação dos trabalhos selecionados

11/7 Limite para enviar a Revisão dos trabalhos selecionados

23 a 25 agosto Seminário Docomomo São Paulo

 

Acesse

www.nucleodocomomosp.com.br