CAU Educa: concurso fomenta conscientização ambiental e urbana em escolas

A ideia é selecionar propostas, executadas ou não, de ações de valorização da Arquitetura e Urbanismo focadas nos anos iniciais de escolaridade do cidadão

O CAU Educa, desenvolvido pela Comissão de Política Urbana e Ambiental (CPUA) do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR), foi lançado no dia 4 de dezembro de 2020, durante a III Conferência Nacional de Arquitetura e Urbanismo [veja mais em Revista PROJETO].

Como projeto de educação continuada a longo prazo, o CAU Educa pretende promover a construção de uma consciência urbana e ambiental entre crianças do Ensino Fundamental e será efetivado por meio de um Concurso Público Nacional, que selecionará e premiará as melhores propostas, executadas ou não, de ações de valorização da Arquitetura e Urbanismo com enfoque nos primeiros anos de formação escolar do cidadão. Pretende-se, portanto, que as propostas se tornem referência e, educação sobre o setor nas escolas brasileiras.

Longe de formar “pequenos arquitetos e urbanistas”, o projeto levará para tais escolas ações que despertem o olhar crítico das crianças sobres as cidades onde vivem. Na apresentação dos princípios e objetivos do projeto, a coordenadora da CPUA, Josélia da Silva Alves, destacou que a criação do CAU Educa partiu da constatação de que “haveria e ainda há, uma grande distância entre a sociedade e a Arquitetura e Urbanismo, que essa não faz parte da educação formal e os próprios arquitetos têm dificuldade de estabelecer uma linguagem para se comunicar com a sociedade”.

O Concurso Público Nacional

As inscrições para o certame estarão abertas de 15 a 29 de março de 2021, e poderão ser realizadas em seu hotsite, mediante as duas modalidades apresentadas:

  1. Ações de “Arquiteto e Urbanista na Escola”, que se relaciona a práticas desenvolvidas no ambiente escolar por arquitetos e urbanistas – estes profissionais deverão propor ações que levem as crianças a entenderem como as cidades se formam e se transformam, incentivando o espírito crítico e participativo;
  2. “Práticas Pedagógicas de Educação Urbanística” desenvolvidas por professores, pedagogos e escolas. O desafio deste público será propor materiais paradidáticos, bem como práticas pedagógicas que levem em conta a transversalidade sobre a consciência urbana e ambiental por diversas disciplinas.

Para construir o CAU Educa, a CPUA identificou, ainda, que disciplinas do Ensino Fundamental, dos anos iniciais e finais, podem, de forma direta ou transversal, servir de meio para a aprendizagem de temas como moradia (espraiamento das cidades/gentrificação); conforto ambiental (ventilação, iluminação, acústica); saneamento básico (lixo, esgoto, água, drenagem), e mais.

Nesse contexto, o concurso pretende, portanto, abordar os temas, escalas e conceitos definidos na proposta:

  • Temas: habitação, saneamento, patrimônio, mobilidade e paisagem;
  • Escalas: habitat (espaço privado); território (espaço público); e
  • Conceitos transversais: cidadania e diversidade.

O valor total dos prêmios do concurso é de R$ 40.500 (quarenta mil e quinhentos reais), que serão distribuídos da seguinte forma: 15 (quinze) Práticas Pedagógicas com o valor de R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais) cada, totalizando R$ 22.500,00 (vinte e dois mil e quinhentos reais); 6 (seis) Ações de “Arquiteto e Urbanista na Escola”, com valor de R$ 3.000,00 (três mil reais) cada, totalizando R$ 18.000,00 (dezoito mil reais).

 

 

O concurso foi estruturado a partir de uma metodologia que incluiu pesquisa com crianças, professores e profissionais da comunidade escolar e estudos de casos. Também agregou o estudo da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que define o conjunto de diretrizes essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica, para que tenham seus direitos de aprendizagem e desenvolvimento assegurados, de acordo com o Plano Nacional de Educação (PNE).

 

Acesse

caubr.gov.br/caueduca

Edital

Apresentação do CAU Educa