Edifício Verde Mar, de Artacho Jurado, em Santos (SP) © Tuca Vieira

Arquitetura de Artacho Jurado conduz exposição na Chácara Lane 

Com abertura no próximo sábado (2/10), a mostra evidencia a arte ousada do paulista a partir do olhar de 13 fotógrafos e outros artistas, além de, pela primeira vez, expor peças originais do acervo de Artacho Jurado

Curvas, paredes coloridas e largas varandas são alguns dos principais traços do arquiteto autodidata paulista Artacho Jurado que marcam, desde a década de 1950, a paisagem de São Paulo. Esse trabalho será evidenciado pela fotografia de 13 fotógrafos e outros artistas na exposição ‘Artacho Jurado, arquiteto?’, curada por Abilio Guerra, com inauguração marcada para o próximo sábado, 2 de outubro, na Chácara Lane, unidade do Museu da Cidade de São Paulo localizada na Rua da Consolação, com entrada gratuita.

Sabe-se que os anos 1950 foram momentos de criação arquitetônica extremamente relevante na capital paulista, isso porque, com o forte desenvolvimento industrial do período, a cidade enriqueceu e acolheu pessoas de todo o país, afetando de forma expressiva o tecido urbano e impulsionando a criação de espaços de comércio mais amplos, além da verticalização de habitações paulistas. É nesse contexto que se insere a produção de Artacho Jurado.

Proprietário da Monções Construtora e Imobiliária S.A., Jurado percebeu antes de muitos a necessidade de repensar a arquitetura da cidade para uma estrutura que não fosse apenas racional e utilitária, mas também prazerosa e divertida. Assim, passou a elaborar espaços coletivos e coloridos que declaravam aos moradores o amor, a beleza e a alegria de viver em uma São Paulo efervescente”, complementa o descritivo.

 

 

Tais elementos estéticos e arquitetônicos são apresentados com riqueza de cores e detalhes na exposição produzida pela AYO Cultural, curadoria de Abilio Guerra e trabalhos de Alice Brill, Aristodemo Becherini, Camerindo Ferreira Máximo, Cristiano Mascaro, Daniel Ducci, Hans Gunther Fileg, Leonardo Finotti, Marcos Piffer, Mauro Restiffe, Miroslav Javurek, Nelson Kon, Pedro Kok e Tuca Vieira.

Além disso, a mostra contará com desenhos e telas de artistas como Carla Caffé, Paulo von Poser, Helena Kozuchowicz, Neco Stickel, Kassio Maeda e Rafael Mlatisoma e, pela primeira vez, será possível conferir peças originais do acervo de Artacho.

Ainda moradores, vizinhos e amantes dos projetos e construções de Jurado serão protagonistas de uma atividade interativa, que se abre ao recebimento de cartas, poemas, fotos, bilhetes, desenhos e outros objetos a serem expostos em um painel colaborativo presente em um dos módulos da exposição. O envio pode ser feito ao e-mail [email protected]

Vale ressaltar que a Chácara Lane é uma das 13 unidades do Museu da Cidade de São Paulo, que tem como sede o Solar da Marquesa de Santos e inclui entre seus espaços de exibição a Casa Modernista e o Beco do Pinto. De forma geral, o museu trabalha temáticas em áreas como arquitetura, história, arqueologia e antropologia.

 

Artacho Jurado, arquiteto?
Local
Chácara Lane
Endereço Rua da Consolação, 1024, Consolação – São Paulo/SP
Período expositivo 2 de outubro de 2021 a 24 de abril de 2022
Horário terça a domingo, 11 às 15h
Acesso Gratuito / Classificação livre