Arquitetos de SP apostam em escritórios sobre rodas

Mobilidade, praticidade e baixo custo são os principais atrativos dos escritórios de arquitetura móveis

O uso de trailers para a venda de alimentos já não é novidade na capital paulista. É só dar uma volta pelas regiões mais movimentadas da cidade para encontrar os food trucks, como são chamados os veículos personalizados para servir refeições nas ruas.

Pegando carona na tendência, outros ramos comerciais e de serviços têm apostado na ideia, que acaba saindo bem mais barata do que alugar um imóvel.

Abrir um escritório de arquitetura, por exemplo, é uma utopia para a maioria dos profissionais da área, principalmente para quem acabou de entrar no mercado de trabalho. No caso da recém-formada arquiteta e urbanista pela Universidade de Marília (Unimar), no interior de São Paulo, Bianca Ferreira, montar um escritório móvel foi a forma mais viável para ter sua própria marca.

Um Karmann Ghia 330 Caravan – modelo original de fábrica – foi escolhido para a empreitada (veja a galeria 1). Segundo Bianca, entre compra e reforma, ela gastou o que pagaria em cerca de 20 meses de aluguel de uma sala comercial de sua cidade.

A transformação do veículo foi realizada pela própria arquiteta, com a ajuda do seu marido, que é engenheiro de produção mecânica. O espaço de 2 x 3 metros ganhou um sofá e uma mesa em formato de L, além de um novo piso vinílico que imita madeira. A personalização ficou por conta da adesivação, que gerou um efeito mais dinâmico com as variadas estampas.

Para Bianca, o novo conceito, além de ser uma boa ação de marketing para o negócio, pode aproximar a população da profissão de arquiteto. “O acesso das pessoas a nossa profissão é restrito. Creio que muitas ainda a enxergam como elitista. Um escritório móvel pode acabar com esse paradigma, pois ele estará nas ruas, indo até as pessoas”, revela.

Com dez metros quadrados, o trailer do escritório Upik (veja galeria 2), criado pela arquiteta Márcia Monteiro em parceria com o designer de interiores Daniel Alves, anda pelas ruas de São Paulo em busca de projetos pontuais para áreas pequenas, com até 100 metros quadrados.

“Além da comodidade de atender os clientes em vários pontos da cidade, onde os deslocamentos impactam demais a rotina das pessoas, o próprio veículo já é um cartão de visitas, pois é um exemplo concreto do bom aproveitamento do espaço”, explica a arquiteta.

Com o slogan “Arquitetura do seu jeito”, a consultoria, que propõe soluções para variadas demandas, é cobrada por hora. O trailer da Upik vai seguir uma agenda onde a cada dia ficará estacionado em um ponto da cidade, normalmente um endereço estratégico para seu público-alvo, como lojas do segmento de decoração e pátios de novos empreendimentos imobiliários. O escritório pretende colocar um novo trailer em circulação até o fim do ano.