Zaha recusa-se a ceder direitos autoriais de projeto para estádio no Japão

Os organizadores das Olimpíadas de Tóquio 2020 recusaram-se a pagar a arquiteta iraquiana Zaha Hadid enquanto ela não ceder o copyright do projeto

O escritório Zaha Hadid Architects rejeitou uma solicitação feita pelo Japan Sports Council (JSC) para assinar o contrato revisado que inclui uma nova cláusula que obriga o estúdio a ceder os direitos autorais do desenho para o estádio olímpico, em troca do pagamento pelo projeto.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante