Uma aula de arquitetura | Por Lina Bo Bardi

Abril de 1989. Inauguração da exposição sobre a obra da arquiteta Lina Bo Bardi no salão caramelo da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, composta de 64 painéis projetados e montados pelos arquitetos Marcelo Ferraz e Marcelo Suzuki. Enfim uma oportunidade para acompanhar sua trajetória no Brasil entre o design de móveis e joias, cenografia, projetos de arquitetura, feitura de revistas e publicações… Rever alguns móveis, analisar projetos que não foram construídos nem publicados e sobretudo descobrir, através de um desenho forte, essencial, poético, que se utiliza de várias técnicas e se superpõe a anotações e medidas, os caminhos percorridos por um arquiteto que projeta desenhando e ousa se desnudar nesse processo… No dia 14 do mesmo mês, no auditório da FAU, Lina Bo Bardi dá uma aula/conferência seguida de debate, que reproduzimos a seguir. Longo foi o caminho que nos levou ao texto final, passando pela gravação da aula, remontagem, revisão da arquiteta, novas correções… O resultado nos recompensou com um depoimento raro: a oportunidade de entrar em contato com as ideias de Lina Bo Bardi e essa sua lição pessoal de arquitetura que nos fala de técnica, história e cultura, mas também de criação e de liberdade… (texto introdução: Cecília Rodrigues dos Santos)

Este não é um artigo sobre arquitetura, mas apenas a transcrição de uma conferência gravada. O discurso é portanto coloquial, direto, não foi escrito, e tem como ponto de partida o livro Arquitetura do Humanismo, de Geoffrey Scott (Branch Hill, Hampstead, 1884, Nova York, 1929), uma obra básica para nossa geração europeia de estudantes de arquitetura. Hoje o discurso é outro, mas o entusiasmo pelo “passado”, enquanto “passado”, despontou de novo (exemplo: o Post-Modern), o que torna o discurso sobre os “equívocos” ainda válido. Segue um debate com os estudantes (e não estudantes também). As perguntas foram inteligentes, o “público” grande: uma noite bonita neste tempo triste e difícil.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante