Toposi, mnemos: lugar e memória na obra de Panos Koulermos

Nos últimos dez anos tenho intensificado meus estudos e pesquisas acerca da maneira como a arquitetura pode estabelecer fortes laços e um relacionamento pleno de significados tanto com o contexto urbano histórico como com os lugares (topos) da cultura. Isso como reação, e nem seria preciso dizê-lo, ao assim chamado pós-modernismo - um nome equivocado em si mesmo -, com suas tendências cenográficas e pseudo-interesses superficiais na história e na continuidade, sem quaisquer conexões reais com as forças sócio-culturais que geram as idéias e os significados tectônicos. (Texto: Panos Koulermos; Tradução e adaptação: Ruth Verde Zein)

A arquitetura e, muitas vezes, os arquitetos parecem ter assumido a dimensão comercial dos produtos comercializados no assim chamado mundo livre, prontos para serem consumidos e dispostos à vontade; é talvez por isso que têm obtido um sucesso mais evidente nas sociedades com essa tendência, tais como Estados Unidos, Inglaterra e, em menor extensão, os países europeus. Pós-modernismo e o último capricho, o deconstrutivismo – seja lá o que for que isso signifique em termos arquitetônicos -, podem ser interpretados como uma tentativa dos arquitetos de tendências self-service (inspirados por filósofos, escritores e artistas com a mesma mania) de estabelecer uma cultura sem raízes, despersonalizada e dogmática em um estilo “artístico” que ignora o discurso teórico e crítico de profundidade que por décadas foi um fenômeno bem concreto no campo da arquitetura. Penso que a mídia eletrônica que domina a civilização vai encorajar essas tendências e extravagâncias passageiras, que provavelmente se multiplicarão nos anos vindouros, pois quanto mais difíceis os problemas socioeconômicos a enfrentar, mais brincalhão e evasivo se tornará o humor de alguns arquitetos.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante