Tecnologia: Fachada de PVC e poliéster

Filtrar a luz e promover o sombreamento são alguns dos principais atributos das fachadas microclimáticas, formadas por uma tela compósita de alta tecnologia e um sistema de estrutura metálica. Uma das vantagens é que esse conjunto resulta em uma fachada leve e de fácil instalação.

Um novo tipo de fachada começa a ser utilizado em projetos brasileiros, para proteção solar e iluminação natural dos ambientes internos das edificações. São as fachadas microclimáticas, formadas por uma tela compósita em PVC e poliéster, instalada em estrutura metálica. A tecnologia aplicada ao sistema permite que as telas suportem toneladas de tensão por metro quadrado, mantendo alinhamento e estabilidade diante dos movimentos de dilatação e retração causados pela ação de intempéries. Apesar da elevada resistência, o tecido técnico que compõe a tela é leve, pesa entre 380 e 550 g/m², enquanto o peso do revestimento + perfil pode variar entre 3 e 5 kg/m², segundo Laura Warin do Nascimento, gerente de especificação e marketing da Serge Ferrari, empresa de origem francesa que produz os tecidos técnicos da linha Soltis, para proteção solar e fachadas microclimáticas.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante