(Foto: Maíra Acayaba)

Superlimão: Escritório Populus, São Paulo

Ocupando três salas comerciais dispostas verticalmente no centro do Módulo Bruxelas, edifício projetado por Gui Mattos para terreno comprido e com desnível da ordem de 10 metros no bairro de Perdizes, em São Paulo, a sede do escritório Populus - de tecnologia digital para empresas - tem arquitetura concebida pelo Superlimão. Dentre as soluções personalizadas características do trabalho da equipe destacam-se a transformação da área externa em espaço útil corporativo - uma casa na árvore, por exemplo, é sala de reuniões suspensa 4 metros - e a percepção visual impactada por reflexos e inclinações: um modo de versar sobre o mundo virtual, em que atua a empresa.

O Populus está sob a extremidade posterior do bloco frontal do Módulo Bruxelas, sendo a última prumada de conjuntos comerciais (três subsolos) do trecho mais largo do complexo – dali em diante o terreno diminui para dez metros de largura. A sala em cota mais elevada do escritório, assim, dedicada a programa de treinamento e incorporada depois que a fase inicial do projeto estava executada, é vizinha ao arranque da passarela do Bruxelas, que dá acesso às unidades das cotas inferiores.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante