SOM: Bankboston, São Paulo

O projeto para a nova sede do BankBoston, na marginal do rio Pinheiros, em São Paulo, foi desenvolvido pelo escritório norte-americano Skidmore, Owings & Merrill (SOM), de Chicago, e adaptado pelo Escritório Técnico Júlio Neves. O edifício ostenta como diferenciais as linhas curvas que suavizam a ortogonalidade da fachada, inovações tecnológicas e belo paisagismo, praticamente uma praça para a cidade.

A nova sede em São Paulo do BankBoston – banco norte-americano que atua no Brasil há 55 anos – é, talvez, uma das obras de arquitetura e, principalmente, de engenharia construtiva mais complexas, caras (150 milhões de dólares) e inovadoras erguidas em solo brasileiro até agora. O projeto, que começou a ser desenvolvido em 1999, envolveu consultores norte-americanos e brasileiros para praticamente tudo – de estrutura, fachadas e elevadores à fonte que equipa a praça frontal do conjunto, o único setor a ser concebido exclusivamente por uma profissional brasileira, a arquiteta e paisagista Isabel Duprat.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante