Santiago Calatrava: Museu do Amanhã, Rio de Janeiro

Autor de projetos em que as estruturas metálicas transformam-se em elementos esculturais de grande apelo estético, o arquiteto espanhol Santiago Calatrava deixa sua assinatura no píer da histórica praça Mauá, no Rio de Janeiro, com o projeto do Museu do Amanhã, uma das âncoras da Operação Urbana Porto Maravilha.

Para conceber o desenho do edifício que abrigará o Museu do Amanhã, o arquiteto espanhol Santiago Calatrava considerou aspectos culturais e históricos do Rio de Janeiro e se inspirou em elementos da fauna e da flora brasileiras, numa pesquisa que levou a várias visitas ao Jardim Botânico, ao parque Lage e ao sítio Burle Marx. O local escolhido para a implantação do museu é um ponto estratégico da orla carioca: o píer junto à histórica praça Mauá. As obras de fundação começaram em agosto de 2010 e a construção, em novembro de 2011. Com 70% dos trabalhos concluídos, a inauguração do museu está prevista para o primeiro semestre de 2015.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante