Ruy Ohtake: Flat Address, São Paulo

A ousadia das curvas contemporâneas. Rodeada de restaurantes, lojas e escritórios luxuosos, a rua Amauri, na esquina das avenidas Faria Lima e Cidade Jardim, reúne o burburinho de São Paulo com visuais para a encosta do Morumbi e para o skyline da avenida Paulista. Lugar privilegiado para um edifício de flats em que as curvas são o tema de criação.

Gosto da curva. Venho desenhando-a, projetando-a e utilizando-a desde os primeiros projetos. E são vários os tipos de curva. Mas aquela que eu procuro é a da surpresa, do inesperado. Arcos e círculos, por exemplo, também são curvas. Mas têm uma geometria muito definida, previsível. A curva surpreendente é aquela que nos obriga a percorrê-la com os olhos até o fim, pois a cada instante pode mudar de traçado, de raio, ou de direção. Ela deve ter um desenho claro, mas não uma geometria rígida. Curva de geometria tensionada. É a curva contemporânea.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante