Ricardo Muratori e Ricardo Sabóia: Casa de Praia, Fortaleza-CE

Cores, volumes e ar fresco

A ocupação do lote é caracterizada por dois volumes dispostos em extensa área de lazer aberta, na qual a piscina ocupa posição e proporções de destaque. Ainda que possua um programa compacto, os espaços da residência são bastante generosos.Os arquitetos adotaram uma série de medidas para amenizar o calor nos ambientes internos, com o uso da ventilação natural cruzada. Assim, o volume que abriga dormitórios, sala de estar, cozinha, lavabo e dependências de serviço recebeu beirais de 4 m, pés-direitos de 8 m e venezianas fixas às esquadrias na fachada leste – a direção dos ventos predominantes na região e para a qual a edificação está voltada. A residência é caracterizada, também do ponto de vista climático, por um conjunto perimetral de treliças sob a cobertura, solução que permite a saída do ar quente do interior e a circulação de ar.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante