Anhangabaú: Reurbanização devolve o vale ao povo

Considerado uma das áreas mais importantes do centro de São Paulo no início do século, o vale do Anhangabaú chegou à década de 80 em estado de total deterioração. Trânsito intenso, calçadas estreitas, invadidas por bancas de camelôs, transformavam o local em um dos pontos mais problemáticos para a circulação de pedestres. Era difícil atravessar o vale sem enfrentar buzinas, corridas, esbarrões e tropeços. No início do ano, entretanto, esse pesadelo foi eliminado da vida dos paulistanos. O Anhangabaú transformou-se numa praça de 50 mil m2, implantada sobre dois túneis de 570 m, com quatro pistas cada um, que acolhem todo o tráfego de acesso às regiões norte e sul da cidade.

O novo vale: uma praça de 50 mil m2 (Foto: Cristiano Mascaro)

 

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 8.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Assine por R$ 2,99 mensaisJá sou assinante