Reurbanização de favelas na bienal de Buenos Aires de 1985

Este trabalho recebeu menção honrosa na bienal de arquitetura de Buenos Aires, em maio de 1985. Ele tem como princípio o reconhecimento de que a resposta ao déficit habitacional existente, nos estratos mais baixos de população no Brasil, vem sendo a multiplicação das favelas. No Rio de Janeiro, a população destas, que corresponde a mais de 20% dos habitantes urbanos, tem ocupado de forma espontânea e ilegal áreas públicas e/ou privadas, sem apoio técnico ou governamental, de maneira precária.

É portanto imprescindível que o arquiteto, como profissional responsável pelos espaços edificados e urbanizados, formule propostas no sentido de garantir melhores condições de vida e habitat urbano a essa população.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante