Conteúdo LANXESS:
Pontes unem trajetos com estética resistente e comprovada

Os pigmentos inorgânicos da LANXESS são totalmente indicados para a coloração do concreto. Por serem constantes em suas tonalidades e compatíveis à alcalinidade do cimento, esse tratamento estético é capaz de proporcionar aos projetos adequação perfeita aos locais de implantação, sem comprometer resistência, durabilidade e desempenho das estruturas. Para obras como a nova ponte Årsta, na Suécia, e três das pontes que fazem parte do projeto Eurobruggen, a pigmentação foi o toque indispensável para garantir identidade às estruturas

A nova ponte Årsta, localizada em Estocolmo, Suécia, é fruto do trabalho da equipe do escritório Foster + Partners e funciona há 13 anos paralelamente à preexistente ponte ferroviária datada de 1929. Para integrar-se aos elementos do entorno, o projeto assumiu plástica marcante baseada em contornos ritmados e lançou mão da tradicional cor das casas interioranas suecas, o vermelho de Falu.

Estruturada sobre dez grandes pilares, a ponte de 26 metros de extensão alcançou o tom desejado através de uma mistura especial composta pelo pigmento marrom avermelhado Bayferrox® 640 produzido pela LANXESS – empresa especializada em desenvolver intermediários químicos, aditivos e plásticos. Ao todo, foram necessárias 350 toneladas de pigmento de óxido de ferro para compor 23 mil metros cúbicos de concreto colorido – o que corresponde a cerca de 80% do volume total de concreto utilizado na obra.

Como a distância entre as colunas é significativa, o concreto teve de ser bombeado com fluidez para se distribuir uniformemente ao longo da estrutura e não comprometer sua resistência. No final, o pigmento foi aplicado com igual perfeição para boa consistência da cor.

As tábuas de madeira das fôrmas foram cobertas com mistura de cimento de pigmentação vermelha e a aplicação durou, aproximadamente, 24 horas corridas. Além desse tratamento estético, os arquitetos propuseram equipar os planos de sustentação da ponte com dispositivos de controle de ruídos para monitorar a vibração da estrutura e, hoje, mais de 500 trens podem circular sobre o amortecimento especial e transportar cerca de 50 milhões de passageiros por ano.

Já para a concretização do projeto Eurobruggen (pontes do euro) – que, até meados de 2010, resumia-se às ilustrações de pontes presentes no verso das notas de euro -, foram construídas, entre os anos de 2011 e 2012, as três primeiras obras do programa que prevê a implantação de mais quatro estruturas figurativas das notas.

O arquiteto Robert Kalina desenhou-as de acordo com os diversos estilos arquitetônicos e períodos históricos da cultura europeia e, para as três primeiras construções localizadas sobre os canais de um novo bairro da cidade de Spijkenisse, na Holanda, Kalina optou pelo concreto integralmente colorido com pigmentos Bayferrox®.

Com a proposta de serem fiéis às cores reproduzidas nas figuras das notas de euro, foram escolhidos os tons Colortherm® Green GN, Bayferrox® 330 G, Bayferrox® 110 e Bayferrox® 960. Além disso, a escolha tem relação direta com o uso de tais estruturas, pois o material apresenta baixo custo de manutenção, fácil manuseio e elevada resistência (ideal para aplicação em pontes). Os pigmentos também apresentam a vantagem de garantir uma construção sustentável com reduzidas emissões de poluentes.

 

www.bayferrox.com.br
0800-132822

*O conteúdo do Acervo PROJETO está em constante atualização. Algumas matérias publicadas podem apresentar textos em desacordo com as regras ortográficas atuais, bem como imagens em menor resolução que o ideal, ou mesmo a falta delas. Ajude-nos a atualizar o site enviando mensagens aqui.