Política de transportes e os terminais rodoviários | Por Benno Perelmutter

Em 1975, através de decreto-lei federal, criou-se o imposto sobre serviços de transporte rodoviário intermunicipal e interestadual de passageiros e cargas (ISTR), determinando fossem os recursos por ele gerados aplicados em investimentos referentes à manutenção, melhoria e segurança da rede rodoviária e ao projeto e implantação de terminais de passageiros e cargas. Caberia ao Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER) regulamentar as atividades de transporte de carga e passageiros e elaborar as normas para a implantação de terminais.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante