Paula Barros: Oposição de formas e materiais

Oposição de formas e materiais
Representante da fértil geração de jovens arquitetos de seu Estado, ela marca seus projetos pela criação de contrastes, expressos em dualidades e tensões que afloram pela diferença entre materiais, formas e volumes em um mesmo trabalho. Uma complexidade que não abre mão do desenho simples e contemporâneo.Paula apresenta, em seu trabalho, registros do aprendizado nos estágios que fez com alguns dos mais destacados profissionais da capital mineira, como Gustavo Penna, Éolo Maia-Jô Vasconcellos e Carlos Alexandre Dumont (Carico). Paula comenta o trabalho de Penna: “Ele não apenas se permite devaneios, mas os transforma em arquitetura”. Durante o período em que trabalhou com Éolo Maia, ela teve a oportunidade de refletir sobre o papel do arquiteto na qualificação do espaço urbano. E com Carico aprendeu a explorar diferentes materiais, por meio do detalhamento de projetos de interiores.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 8.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Assine por R$ 2,99 mensaisJá sou assinante