Oscar Niemeyer: Museu de Arte Popular da Paraíba (MAPP), Campina Grande, PB

No projeto do museu de arte popular para o campus da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) em Campina Grande, Oscar Niemeyer reafirma sua paixão pelas belas e complexas curvas, executadas com os materiais que o acompanharam durante sua longa trajetória: concreto, aço e vidro. Devido à forma arredondada das estruturas que a compõem, a obra ficou conhecida como o Museu dos Três Pandeiros.

Constituído por três pavilhões expositores circulares, dispostos em forma de triângulo, o Museu de Arte Popular da Paraíba (Mapp) foi implantado às margens do Açude Velho, cartão-postal de Campina Grande. A faixa de terra destinada ao projeto, com apenas 2 mil metros quadrados, tinha seu contorno delimitado por um muro de alvenaria de pedras que, por ser tombado, não permitia novos aterros. A solução encontrada por Niemeyer foi elevar o piso dos pavilhões de exposição, recurso que deu mais visibilidade às edificações e liberou a visão do espelho d’água a partir da via que circunda o açude.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante