Departamento Nacional de Obras contra Secas (DNOCS): Morada Nova, Vale do Jaguaribe (CE)

Como levar às regiões áridas do Nordeste a técnica da irrigação e ao mesmo tempo fixar o homem ao longo dos vales onde a temperatura nunca é inferior a 23°C? Esse foi o desafio enfrentado pelos arquitetos cearenses Nelson Serra e Neves, José Alberto de Almeida e Ebbe Martins Ferreira, do Departamento Nacional de Obras Contra Secas (DNOCS).

Partindo do fato de que o Plano de Irrigação do Nordeste conseguiu deixar uma infra-estrutura montada com os açudes de grande porte, instalados no Vale do Jaguaribe, que representa 50% do Estado do Ceará, decidiu-se que era necessário um processo de planejamento integrado, aliando o aproveitamento do solo aos recursos humanos e potencial hídrico.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 8.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Assine por R$ 2,99 mensaisJá sou assinante