Memória: As casas-bola

Os programas residenciais representam, por essência, um campo aberto à experimentação. Nas residências, com maior constância, arquitetos deixam fluir mais livre sua imaginação e, pode-se até dizer, fazem fermentar os novos caminhos e inclinações da profissão.Eduardo Longo não é exatamente um arquiteto que se possa classificar como convencional. Em sua disposição para experimentar - que já havia sido observada por Yves Bruand, no livro "Arquitetura Contemporânea no Brasil" - ele conta com um projeto no mínimo inusitado: a residência-bola.

A casa-bola de Eduardo Longo: uma idéia que merece ser desenvolvida

Os programas residenciais representam, por essência, um campo aberto à experimentação.
Nas residências, com maior constância, arquitetos deixam fluir mais livre sua imaginação e, pode-se até dizer, fazem fermentar os novos caminhos e inclinações da profissão.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 8.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Assine por R$ 2,99 mensaisJá sou assinante