Mário Lorenzetti: Laboratório de análise de sementes, Yamassoukro, Costa do Marfim

Pela segunda vez, o escritório do arquiteto Mário Lorenzetti empenhou-se em um trabalho internacional. A primeira experiência foi o projeto de um edifício de apartamentos em Caldas da Rainha, Portugal, e desta vez no conjunto de edifícios do laboratório de análise de sementes da administração do Projeto Soja, na Costa do Marfim, África Ocidental.

O projeto compreende dois laboratórios, escritórios administrativos de aprendizes (futuros técnicos de laboratório) e edifício de apoio, com cabine primária, equipamentos de ar condicionado, depósito de gás e inflamáveis e almoxarifado geral. Terminado e entregue em setembro de 1983, deverá ter suas obras iniciadas em princípios de 1985, em Yamassoukro, nova capital daquele país, localizada em plena savana.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante