Kisho Kurokawa: Koshi Kaikan Center, Toyama, Japão

Entre ética e arquitetura. Esta última obra de Kisho Kurokawa é um edifício absolutamente particular. Sua destinação marcadamente social está fundamentada em valores culturais implícitos que condicionaram o desenvolvimento arquitetônico. O cliente, uma espécie de cooperativa de professores, tem a intenção de construir em cada distrito japonês um lugar para estudo, reunião e lazer de seus sócios, com hotel e serviços sociais.

O caráter cultural deste espaço, destinado ao encontro e relações associativas entre professores, é evidente; mas, por estar-se no Japão, a trama entre cultura, pano de fundo comum aos que usufruirão o centro, realidade social e senso de comunidade acaba por exaltar-se mutuamente, afirmando todas as contradições daquele país que as soluções arquitetônicas propostas prontamente exploram.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante