Jorge Jabour Mauad: Residência para o Centro de Primatologia do Rio de Janeiro, RJ

Uma casa em madeira para abrigar cientistas.

A casa do Centro de Primatologia, um laboratório ecológico de preservação de primatas em extinção, localiza-se na raiz de uma serra da mata atlântica, com um clima muito quente e úmido junto à floresta, servindo para abrigar cientistas de todo o Brasil e do exterior. Nesse projeto (Prêmio IAB/RJ/1986), o arquiteto precisou adaptar-se a um orçamento limitado, problemas de microssistemas pela proximidade da floresta, mão-de-obra escassa e manutenção da ecologia a nível de ruídos para os primatas. Para contornar o problema orçamentário, foram utilizados materiais de demolições, desde mármores italianos, lambris de jacarandá maciço, louças sanitárias e cristais temperados.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante