João Batista Martinez Corrêa/Promon: Estação Cardeal Arcoverde, Rio de Janeiro (RJ)

A estação Cardeal Arcoverde do metrô carioca, em Copacabana, impressiona por sua estrutura brutalista. A escavação em rocha no interior do morro, a 400 metros da praia, foi a alternativa para diminuir o impacto ambiental em bairro tão verticalizado, reduzir o custo elevado das desapropriações e escapar do emaranhado das redes de utilidades (gás, água, esgotos, eletricidade) existentes no subsolo. Nos dois túneis de acesso, o cromatismo intenso, cuidadosamente trabalhado, suaviza a transposição dos 190 metros que separam a entrada da plataforma. Nesse percurso, cem metros podem ser percorridos também por esteiras rolantes.

O acesso da estação Cardeal Arcoverde é a parte mais trabalhada do conjunto, em contraste com a rusticidade do restante. “Como a obra tem caráter rústico, o primeiro contato do público deveria ser com superfícies mais bem acabadas”, explica o autor do projeto, arquiteto João Batista Martinez Corrêa, da Promon Engenharia.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 8.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Assine por R$ 2,99 mensaisJá sou assinante