(Foto: Manuel Sá)

IDSP Arquitetos: Casa Pavilhão, Indaiatuba, SP

O casal de arquitetos fez do desenho da própria morada um laboratório de experimentação, tanto conceitual quanto tecnicamente. Pautada pela busca das visuais das copas das árvores, a volumetria associa partes ascendentes à horizontalidade dominante, enquanto que na estrutura subverte-se a lógica tradicional: são pilares de madeira que sustentam as lajes de concreto. Um projeto complexo, no sentido da série de contradições - ou diálogos - que ele orquestra.

Vizinho à área de preservação ambiental, o terreno onde está localizada esta residência unifamiliar tem formato irregular, topografia em declive e árvores espaçadas ritmadas junto às divisas. O limite com o campo preservado, assim, é uma cerca viva de Sansão do Campo – espécie com densa folhagem – e há um grande Tauari em meio ao terreno, ladeado por trio de Pitangueiras e Jabuticabeiras. São árvores de grande porte, distantes uma da outra na largura que coincide com a da plataforma sobre a qual está assentada a casa.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante