Herzog & de Meuron: Arena do Morro, Natal

A inauguração, em abril, do ginásio poliesportivo desenhado pelo escritório suíço Herzog & De Meuron para o bairro Mãe Luiza, em Natal, é o passo inicial de uma proposta urbana que pretende prover a comunidade de espaços coletivos de recreação, esporte, cultura e educação. O equipamento é o centro de um eixo previsto para atravessar o bairro na direção do mar, e, a despeito da simplicidade dos materiais - todos aparentes -, sua excelência reside no rigor do detalhamento construtivo e no caráter ambíguo, meio monolítico, meio permeável, do projeto. Qualificado pela brisa e transparência contida.

Primeiro projeto de Herzog & de Meuron construído no Brasil, o ginásio poliesportivo na comunidade carente Mãe Luiza, na capital potiguar, possui ampla cobertura metálica e salas circulares para dança e educação cujas paredes de vedação se prolongam e desmembram nas divisas da edificação. Ambos os componentes são caracterizados pela semipermeabilidade de elementos ou arranjos vazados. A cobertura percorre todo o terreno, reproduzindo sua figura irregular e alongada e marcando presença no bairro. Completamente branca, ela faz contraponto à massa edificada do entorno. O ginásio é também a primeira etapa de um plano urbano que os arquitetos suíços projetaram para o local, em um processo de colaboração internacional e ampla participação comunitária.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante