Gustavo Penna: Museu de Congonhas, MG

Pouco mais de um mês após a inauguração, o museu já contabilizava visitação superior a 10 mil pessoas

Um dos mais representativos exemplares da arquitetura colonial brasileira, o Santuário de Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas, cidade a cerca de 80 quilômetros de Belo Horizonte, tem, desde o final do ano passado, um motivo a mais para ser visitado: ao complexo religioso/turístico onde está parte da obra do escultor, entalhador e arquiteto Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, foi incorporado o Museu de Congonhas, um centro de pesquisas/referência sobre esse período histórico do país.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante