(Foto: Leonardo Finotti)

Gustavo Penna: CarmoCoffees, Três Corações (MG) 

O volume monolítico é percorrido em seus quase duzentos metros de extensão pela visão de quem transita pela Rodovia Fernão Dias (BR-381), anunciando a potência cafeeira de Minas Gerais. Uma concavidade na fachada marca, então, o horizonte, descortinando com o seu gesto poético – representativo do grão do café – a destinação do edifício. Nele, atesta-se a qualidade da matéria prima, mas com o sentido de valorizar os processos e personagens envolvidos em toda a cadeia produtiva.

Originária de Carmo de Minas, município da Serra da Mantiqueira, em Minas Gerais, a CarmoCoffees abriu mão da produção em larga escala a favor da criação de um café refinado – cerca de 80% dos cafés nacionais melhor cotados mundialmente provém da região, dentre os quais aqueles atestados pela marca. Representativa da qualidade da produção daquela zona cafeeira, que inclui Lourenço de Minas e Três Corações, desde 2007 a empresa colabora para a subsistência de inúmeras famílias dedicadas ao cultivo da matéria prima. 

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante