Grande Prêmio Latino-Americano da Bienal de Buenos Aires ’89: Teodoro González de León e Abraham Zabludovsky

O júri internacional da última Bienal de Buenos Aires outorgou aos arquitetos mexicanos Teodoro González de León e Abraham Zabludovsky um dos três grandes prêmios daquele evento - o mesmo que havia sido adjudicado em 1987 a Severiano Mário Porto e Mário Emílio Ribeiro. A arquiteta e crítica mexicana Louise Noelle de Merelles apresenta neste texto um resumo da trajetória desses arquitetos e algumas de suas mais recentes obras.

Um dos arquitetos mexicanos contemporâneos mais dinâmicos é Teodoro González de León, que tem se caracterizado por uma obra arquitetônica coerente e de qualidade e sólido preparo intelectual. Suas realizações gozam de merecido reconhecimento tanto por parte da imprensa especializada como pelas instituições nacionais e internacionais. Ele é um digno e destacado representante da arquitetura mexicana atual.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante