GMP e Grupo Stadia: Arena da Amazônia, Manaus

Além do papel decisivo na remodelação urbana, o novo estádio pode deixar outros legados e se tornar um novo atrativo para o turismo regional

Por mais profunda que fosse, uma reforma não seria o bastante para que o Estádio Vivaldo Lima (Vivaldão), projetado por Severiano Porto e inaugurado em 1970, atendesse aos requerimentos da Fifa para a Copa de 2014. Chegou a ser considerada a hipótese de Manaus ganhar uma segunda arena em outro endereço, de modo a preservar o antigo equipamento, que hoje tem capacidade para 31 mil pessoas.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 8.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Assine por R$ 2,99 mensaisJá sou assinante