(Foto: Hermes Romão)

Estúdio MRGB: Casa Petry, Brasília (DF)

Meio nível acima e também abaixo do solo, a construção na capital federal pousa discreta no terreno. Não sobe demais, nem desce excessivamente. De um lado se revela cheia, do outro, resta vazia. E à frente praticamente cega sucede um interior agradável, fluido, com sutis referências à arquitetura modernista.

Um bom reforço no processo de elaboração desta residência localizada nos arredores da capital federal foi a a profundidade do briefing dos clientes. “Eles já chegaram fazendo alusão aos espaços permeáveis de Brasília, às construções sobre pilotis. Apreciavam tudo isso e sabiam com clareza o que desejavam”, relata o arquiteto Igor Campos, sócio fundador e diretor criativo do Estúdio MRGB, incumbido da tarefa. Talvez por isso, tenha se dado naturalmente a opção por uma linguagem arquitetônica descrita pelo autor como “silenciosa”, sem ruído, até ganhar forma e materialidade.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante