(Foto: Ana Ottoni)

Entrevista – Héctor Vigliecca

Sumidade no Brasil em projetos de desenvolvimento e regeneração urbana e de arquiteturas que qualificam trechos de cidades, o uruguaio - recentemente naturalizado brasileiro - Héctor Vigliecca foi protagonista na última década de projetos de grande escala e visibilidade. Como os de equipamentos esportivos da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016, assim como de estudos para grandes intervenções urbanísticas. Crise e prospecção de trabalho são assuntos da entrevista a seguir, que, embora o tom geral pessimista, relata histórias de profissionalismo e da boa qualidade da arquitetura e urbanismo

Na sala de reuniões do escritório da Rua Barão de Capanema, em São Paulo, grandes volumes de estudos urbanos ocupam a parede em que estão expostos também os diplomas de premiação, em 2017, pela Associação Internacional para Instalações Esportivas e de Lazer (IAKS), dos projetos do Estádio Olímpico de Canoagem Slalom e da Arena da Juventude, desenvolvidos por Héctor Vigliecca e equipe para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante