Entrevista – Esther Stiller

O nome da arquiteta paulista Esther Stiller é, sem dúvida, uma das mais fortes referências em iluminação arquitetural no país. Pioneira, ela vem se dedicando a essa área desde 1967, quando, como estudante na Universidade Mackenzie, estagiava no escritório do professor de desenho industrial Lívio Edmondo Levi. Irmão de Rino Levi e também arquiteto, além de professor e designer, Lívio Levi foi o primeiro a atuar profissionalmente no então novo espaço de atividade que se abria para os arquitetos. Com a morte prematura dele, em 1973, Esther Stiller passou a dirigir o escritório e a dedicar-se ao uso da luz artificial como elemento de definição e qualificação dos interiores das edificações, da paisagem e dos espaços urbanos.

Qual era o panorama do lighting design no final dos anos 1960, quando a senhora começou a atuar na área?

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante