Ecoeficiência e construção em contêineres

Fabricados para transporte marítimo, mas já fora de uso nessa função, oito contêineres foram utilizados para a construção, em Florianópolis, de duas casas com 122 metros quadrados de área útil, aplicando conceitos de sustentabilidade e com economia significativa no prazo de execução.

A proposta inusitada, de utilizar contêineres para fazer casas, partiu do cliente, que é também empreendedor do segmento de construções verdes, a Verde Empreendimentos Sustentáveis. Totalmente diferente do convencional, a ideia logo conquistou a equipe do escritório GhiorziTavares Arquitetura, de Florianópolis: “A cada evolução do projeto nós e o cliente nos apaixonávamos mais pelo sistema construtivo”, disse Gabriel Tavares Leite, um dos arquitetos responsáveis pela obra. Trata-se da construção de duas casas, cada uma delas utilizando quatro contêineres recortados ao meio e com área útil de 122 metros quadrados. Os ambientes são divididos em uma suíte, duas demi-suítes (quartos que compartilham o mesmo banheiro), dois banheiros sociais, lavabo, cozinha integrada com sala de jantar e estar, sacada e cobertura verde no terraço, tudo com acabamento de alto padrão. Internamente, nas áreas secas, os ambientes são separados por chapas de gesso acartonado (drywall) e lã de PET, formando paredes de dez centímetros. Já para os banheiros, cozinha e lavanderia, os arquitetos escolheram o gesso acartonado do tipo RU (verde), que é resistente à água.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Por apenas R$ 2,99 mensais, você tem acesso ao conteúdo completo do acervo da revista PROJETO, com mais de 7.000 obras, projetos, entrevistas e artigos

Clique e assineJá sou assinante